PUBLICIDADE
Topo

Artilheiro do ciclo olímpico, Matheus Cunha dá novo passo para jogar final

Matheus Cunha durante treino separado da seleção olímpica no Japão; ele trabalha para jogar contra a Espanha - Lucas Figueiredo/CBF
Matheus Cunha durante treino separado da seleção olímpica no Japão; ele trabalha para jogar contra a Espanha Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Do UOL, em São Paulo

05/08/2021 08h25

A seleção brasileira pode ter um reforço importante na decisão do futebol masculino nas Olimpíadas de Tóquio, no sábado (7), às 8h30, contra a Espanha. Desfalque na semifinal por lesão, o atacante Matheus Cunha deu um novo passo em sua recuperação e treinou em campo hoje (5), no Estádio de Mitsuzawa, em Yokohama. Caso o tratamento avance ainda mais nas próximas horas, há chances de ele estar apto para a final.

Matheus Cunha é artilheiro e um dos principais jogadores do ciclo olímpico no Brasil. Ele chegou ao Japão com 18 gols marcados em 23 partidas preparatórias sob o comando do técnico André Jardine, muito à frente de Paulinho e Antony, que fizeram seis gols no ciclo. Nas Olimpíadas, perdeu protagonismo para Richarlison, que lidera a artilharia geral com cinco gols.

Titular desde a primeira fase, Matheus Cunha tem uma assistência e um gol marcado nos Jogos — sendo este o decisivo da vitória por 1 a 0 sobre o Egito nas quartas de final. Para a infelicidade do jogador do Hertha Berlim-ALE, precisou ser substituído por lesão neste mesmo jogo. Exames diagnosticaram uma contratura muscular na coxa esquerda e inviabilizaram que jogasse contra o México. Paulinho foi o substituto.

Hoje, o atacante esteve no campo acompanhado do preparador físico Marcos Seixas para uma atividade leve com bola, como mostrou inicialmente o "GE". Ainda sem contato com o restante do grupo de jogadores, depende de uma evolução do quadro para treinar sem restrições amanhã (6) e assim ficar à disposição de André Jardine para a decisão de sábado. Assim como foi no jogo anterior, decisão só de última hora.

Caso Matheus Cunha não tenha condições de jogo, Paulinho é o favorito para ficar com a vaga. Malcom, Reinier e Gabriel Martinelli também estão na disputa. O time é o seguinte: Santos; Daniel Alves, Nino, Diego Carlos e Guilherme Arana; Douglas Luiz, Bruno Guimarães e Claudinho; Antony, Matheus Cunha (Paulinho) e Richarlison.

O volante Bruno Guimarães espera ter o companheiro em campo: "Torcemos muito pela recuperação do Cunha, é o artilheiro do ciclo e nos ajuda muito. Fica a minha torcida pela recuperação para ele realizar o sonho dele de estar nessa final."