PUBLICIDADE
Topo

Brasil garante 17 medalhas em Tóquio e fica a duas da melhor campanha

Martine Grael e Kahena Kunze, bicampeãs olímpicas em Tóquio - Jonne Roriz/COB
Martine Grael e Kahena Kunze, bicampeãs olímpicas em Tóquio Imagem: Jonne Roriz/COB

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/08/2021 08h29

A cinco dias do fim dos Jogos Olímpicos de Tóquio, o Brasil já garantiu a conquista de 17 medalhas e se aproxima de sua melhor campanha na história do evento.

A delegação nacional viveu nesta terça-feira (3) seu dia mais premiado desde o início das competições. Somente nesta jornada, o país foi ouro na vela com Martine Grael e Kahena Kunze, e bronze com Alison dos Santos e Thiago Braz no atletismo e com Abner Teixeira no boxe.

Além destes quatro pódios, o Brasil garantiu mais duas medalhas, com a classificação de Bia Ferreira para as semifinais do boxe (será ao menos bronze) e a vitória da seleção brasileira de futebol contra o México na semifinal, assegurando a prata. Além deles, Hebert Conceição também será ao menos terceiro colocado no boxe, e lutará sua semifinal na quinta-feira.

Desta forma, o Time Brasil já chegou à sua segunda melhor campanha olímpica da história em total de medalhas, igualando as 17 obtidas nos Jogos Olímpicos de Londres-2012 e Pequim-2008.

Com muitas provas a disputar nos próximos dias, a tendência é que o país iguale ou até supere seus próprio recorde. O melhor resultado da história foi na Rio-2016, com 19 pódios.