PUBLICIDADE
Topo

Benjamin: 400m com barreiras foi a "melhor corrida da história olímpica"

Rai Benjamin: medalhista de prata nos 400m com barreiras - Patrick Smith/Getty Images
Rai Benjamin: medalhista de prata nos 400m com barreiras Imagem: Patrick Smith/Getty Images

Demétrio Vecchioli

Do UOL, em Tóquio

03/08/2021 04h57

Rai Benjamin, medalha de prata na prova dos 400m com barreiras, que teve o norueguês Karsten Warholm com o ouro e o brasileiro Alison dos Santos com o bronze, afirmou que acredita que essa tenha sido a "melhor corrida da história" das Olimpíadas. A final realizada nesta terça-feira (3) teve um nível muito alto e, com o tempo de 46s17 que fez hoje, o americano seria campeão em qualquer outra final olímpica.

"Vai ser muito difícil processar as próximas 24 horas, mas estou muito feliz por fazer parte da história, só para mostrar aonde esse evento pode chegar. Esta foi provavelmente a melhor corrida da história olímpica", disse Benjamin após a prova.

Correndo mais rápido do que o recorde mundial anterior (que era 46s70), Benjamin disse ser difícil de acreditar que seria possível fazer uma marca tão boa e, mesmo assim, não levar o ouro.

"Se você tivesse me dito que eu correria 46s1 e perderia, provavelmente eu bateria em você. Eu diria para você sair do meu quarto", brincou o americano. "Eu vi o 45s9 e pensei: 'o quê?'. Aí eu vi 46s1 e disse: 'não tem como, eu realmente corri 46s e perdi'", acrescentou.

Questionado sobre a possibilidade de, algum dia, os 400m com barreiras terem uma prova de nível competitivo tão alto quanto a de hoje, Benjamin foi enfático:

"Ninguém na história vai fazer o que acabamos de fazer agora, nunca. Eu não me importo quem seja", afirmou.