PUBLICIDADE
Topo

Basquete: Luís Scola é aplaudido em pé por adversários em despedida

Luis Scola, da Argentina, é aplaudido de pé por todos presentes no ginásio - Reprodução/SporTV
Luis Scola, da Argentina, é aplaudido de pé por todos presentes no ginásio Imagem: Reprodução/SporTV

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/08/2021 12h19

A Argentina foi eliminada hoje do torneio masculino de basquete nos Jogos Olímpicos de Tóquio com uma contundente derrota de 97 a 59 para a Austrália, pelas quartas de final da competição. Mas um lance no fim do jogo roubou a cena: todas as pessoas presentes no ginásio, incluindo jogadores e comissão técnica australianos, se levantaram e reverenciaram Luís Scola, que se despediu da seleção argentina, aplaudindo o atleta por cerca de dois minutos.

Scola marcou história na seleção argentina de basquete, que defendeu por mais de duas décadas. Suas principais conquistas foram a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004, a medalha de bronze em Pequim-2008 e dois vice-campeonatos mundiais, nos Estados Unidos, em 2002 e na China, em 2019.

O ala-pivô argentino fez muito sucesso no basquete espanhol, defendendo o Saski Baskonia e, em 2007 foi para a NBA. No principal campeonato de basquete do mundo, ele defendeu o Houston Rockets, o Phoenix Suns, o Indiana Pacers, o Toronto Raptors e o Brooklyn Nets. Atualmente, ele joga no Shanghai Sharks, da China.

Semifinal de Tóquio

Classificada, a Austrália tem uma pedreira pela frente na semifinal: os Estados Unidos, que passaram pela Espanha. Na outra chave, Eslovênia, que venceu a Alemanha, e França, que passou pela Itália, se enfrentam.