PUBLICIDADE
Topo

Depois de prata no Rio, vara quebra e norte-americana fica fora do pódio

Sandi Morris com a vara quebrada após o salto - USA"s Sandi Morris walks with her broken pole during the women"s pole vault qualification during the Tokyo 2020 Olympic Games at the Olympic Stadium in Tokyo on August 2, 2021. (Photo by Andrej ISAKOVIC / AFP)
Sandi Morris com a vara quebrada após o salto Imagem: USA's Sandi Morris walks with her broken pole during the women's pole vault qualification during the Tokyo 2020 Olympic Games at the Olympic Stadium in Tokyo on August 2, 2021. (Photo by Andrej ISAKOVIC / AFP)

Colaboração para o UOL, em São Paulo (SP)

02/08/2021 13h53

Sandi Morris, atleta norte-americana do salto com vara, protagonizou uma cena inusitada e preocupante durante o dia de competição nas Olimpíadas de Tóquio, quando sua vara quebrou durante um salto.

O evento vinha acontecendo normalmente, mas, por conta da chuva, precisou ser paralisado e, no aquecimento para retomada, Sandi Morris viu sua vara quebrar ao tocar a base da pista, caindo para fora do acolchoado e preocupando bastante a organização das Olimpíadas.

Sam Morris acabou sentindo uma lesão, aparentemente muscular na perna, depois da queda e não conseguiu repetir o desempenho de 4m40 que teve antes da chuva e da vara quebrar.

A atleta norte-americana acabou falhando nas outras três tentativas para saltar 4m55 e não disputará o pódio olímpico. Vale lembrar que, no Rio de Janeiro, em 2016, Sandi Morris foi medalha de prata no salto com vara e era cotada para conseguir uma medalha em Tóquio.

A chuva atrapalhou todas as modalidades do atletismo, e provas como o arremesso de disco e o salto com vara precisaram ficar em 'chamada de espera', enquanto as corridas aconteciam normalmente, mesmo com a pista bem molhada.