PUBLICIDADE
Topo

Souta termina quartas de final em 3º e não vai à semifinal da canoagem K1

Vagner Souta na prova classificatória da canoagem K1 1000 - Reprodução/TV Globo
Vagner Souta na prova classificatória da canoagem K1 1000 Imagem: Reprodução/TV Globo

Demétrio Vecchioli

Do UOL, em Tóquio

01/08/2021 22h55Atualizada em 02/08/2021 03h40

Vagner Souta terminou as quartas de final da canoagem de velocidade K1 1000m na terceira colocação na madrugada desta segunda-feira (2), no Brasil, e não conseguiu se classificar para a semifinal da categoria nas Olimpíadas de Tóquio-2020. Apenas os dois melhores avançaram para a etapa decisiva.

O brasileiro fez tempo de 3min52s402, ficando atrás de Maxim Spesivtsev, da Rússia, que marcou 3min44s136, e de Dong Zhang, da China, que conseguiu 3min44s269.

Souta não conseguiu acompanhar o ritmo empregado por Spesivtsev e Zhang, que disputaram sozinhos os primeiros lugares. O competidor do Brasil ainda fez os 500 metros com o tempo de 1min55s52, no quarto lugar, e conseguiu subir para terceiro, mas não sendo o suficiente para alcançar os líderes.

Eliminatórias

Vagner Souta terminou a etapa qualificatória da canoagem de velocidade K1 1000m na quinta colocação e se classificou para as quartas de final da modalidade. Prata em Londres-2012, o português Fernando Pimenta foi o primeiro colocado, garantindo a vaga direta nas semifinais.

Souta largou na raia 6 da terceira série e manteve um bom ritmo no início. No decorrer da prova, o brasileiro foi perdendo velocidade. No fim, mudou sua estratégia, controlando o ritmo para se resguardar para a próxima etapa.

Na raia ao lado, Pimenta disparou e logo abriu uma boa vantagem. Em poucos segundos, o português já tinha deixado todos os adversários para trás e passou a administrar a prova sem maiores problemas, se classificando direto para a semifinal. Peter Gelle, da Eslováquia, conseguiu a segunda colocação e também não precisa competir nas quartas de final,

Bronze no Pan-Americano de Lima, no Peru, Souta não chegou aos Jogos como um dos favoritos. Ele disputou sua segunda Olimpíada da carreira —na Rio-2016, ficou com o 13ª lugar na categoria k4-1000m.

Josef Dostál, da República Checa, medalha de prata na Rio-2016 e um dos favoritos na prova, se classificou direto para as semifinais em primeiro na sua série, com tempo de 3min37s342, assim como o atual campeão mundial Bálint Kopasz, que fechou a segunda série com 3min39s084.

Souta lamenta resultado

Após a prova, o brasileiro lamentou não ter conseguido chegar à próxima fase e, consequentemente, não ter a chance de disputar medalha. Ele disse que a dificuldade de preparação pode ter afetado sua participação.

"Não tô muito contente com o resultado, sei que poderia ter ido mais [longe]. Acho que se dedicasse um pouco mais, se não tivesse tanto transtorno que teve no decorrer do ano, acho que poderia ter sido melhor", disse o canoísta brasileiro. "Mas não é sempre do jeito que a gente quer. Fiz o meu máximo, representei meu país como eu pude", acrescentou.

Apesar da decepção, Souta já falou em continuar treinando e se preparar para uma possível participação em Paris-2024.

"Quero sempre ter bons resultados, representar meu país. Vamos tentar continuar trabalhando e conquistar a vaga pra 2024, ir com tudo, buscar bons resultados e quem sabe um pódio", concluiu.