PUBLICIDADE
Topo

Olimpíadas: Brasileiros ficam de fora da final do salto em distância

Brasileiros não chegaram à final no salto em distância nas Olimpíadas de Tóquio - Aleksandra Szmigiel/Reuters
Brasileiros não chegaram à final no salto em distância nas Olimpíadas de Tóquio Imagem: Aleksandra Szmigiel/Reuters

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

31/07/2021 08h31

Na manhã deste sábado (31), dois brasileiros disputaram as eliminatórias do salto em distância nas Olimpíadas de Tóquio. Alexsandro Melo e Samory Fraga, entretanto, não conseguiram avançar à final da competição.

A marca classificatória era de 8,15m, e quem chegou mais perto foi Samory, que anotou 7,88m logo em seu primeiro salto. Os últimos classificados para a final foram três saltadores, empatados em 7,96m: o chinês Huan Changzhou, o alemão Fabian Heinle e o finlandês Kristian Pulli. O líder das eliminatórias foi o cubano Juan Miguel Echevarría, que marcou 8,50m na caixa de areia.

"Valeu muito a pena. Não me classifiquei para a final, mas estou muito feliz. É a realização de mais um sonho, não tem nada igual a uma Olimpíada. São 16 anos treinando, então, claro, valeu tudo. Agora eu gostei da coisa, vou ficar treinando mais, tenho vaga no Mundial (de Eugene, EUA, em 2022) e espero conseguir marcas melhores. Aguardem boas coisas de mim", disse Samory.

Sem conseguir acertar a passada desde o início da prova, Alexandro Melo queimou os dois primeiros saltos. No terceiro, tampouco chegou perto da marca, saltando apenas 6,95m no Grupo B após trocar os pés para evitar anular sua última tentativa.

"É duro não conseguir fazer o que a gente espera. A gente treinou muito, todo mundo que está aqui treinou muito, apesar de todas as dificuldades que todo mundo teve por causa da pandemia. Só que eu esperava ser melhor hoje, ter uma marca melhor. Não consegui acertar. Mas vou acalmar os ânimos porque ainda tenho o salto triplo. Quero voltar aqui e saltar bem. Queria chegar na final, era o programado. É minha primeira Olimpíada e estou feliz porque comecei a treinar para estar numa Olimpíada e hoje pude sentir essa emoção", disse Alexsandro.

Com a eliminação da dupla masculina no dia seguinte, o Brasil ainda terá Eliane Martins na disputa feminina - a qualificação será na noite deste sábado, às 21h50 (horário de Brasília). O país conseguiu uma medalha de ouro na prova com Maurren Maggi em Pequim-2008. No masculino, o país jamais chegou ao pódio.