PUBLICIDADE
Topo

Medina, Portela e mais: brasileiro está em guerra com os árbitros olímpicos

Colaboração para o UOL, em São Paulo

28/07/2021 01h32

As Olimpíadas de Tóquio já trouxeram cinco medalhas para o Brasil, mas têm trazido também muita revolta aos torcedores brasileiros. Desde a final masculina de skate, na sexta-feira, os internautas têm reclamado de critérios de árbitros, e nesta quarta-feira (28) foi a vez do judô.

Maria Portela teve luta dura contra a russa Madina Taimazova, e o combate teve mais de 10 minutos no golden score. Duas decisões polêmicas marcaram a derrota da brasileira. Um wasari dela não foi considerado pelos juíze, ela foi eliminada por falta de combatividade, mesmo tendo sido mais agressiva na maior parte da luta.

O resultado levou os brasileiros à loucura nas redes sociais. Mais uma vez, foi levantada a teoria de que o Brasil tem sido prejudicado pelos juízes em diversas modalidades. O auge aconreceu com Gabriel Medina, que perdeu as duas últimas baterias com notas questionáveis.

Antes disso, no skate, os brasileiros já reclamavam de favorecimento aos competidores japoneses, e a revolta já foi instalada. Confira algumas reações no Twitter após a derrota de Maria Portela: