PUBLICIDADE
Topo

Cinco vezes em que os 'sincerões da TV' brilharam nas Olimpíadas

Karen Jonz nos estúdios da Globo, ao lado de Sérgio Arenillas e de Rony Gomes
Karen Jonz nos estúdios da Globo, ao lado de Sérgio Arenillas e de Rony Gomes
Divulgação

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

28/07/2021 04h00

As Olimpíadas são o momento de ouro do esporte de maneira geral. Várias modalidades pouco comentadas no dia a dia viram o assunto do momento. Sem contar que os profissionais envolvidos nas transmissões estão cada vez com menos filtro e mais 'sincerões'.

O UOL Esporte, claro, está ligado em tudo o que está rolando em Tóquio e selecionou os melhores momentos da televisão brasileira durante os Jogos.

via GIPHY

Continua depois da publicidade

Não há como negar que a grande personagem destes primeiros dias de Olimpíadas foi a comentarista Karen Jonz. A ex-atleta e tetracampeã mundial de skate foi a comentarista da modalidade no SporTV e brilhou com seu jeito 'sem filtro'.

O cartão de visitas dela já foi dos melhores...

No mesmo dia, ela utilizou um termo bem diferente do que estamos acostumados ao comentar a queda de uma skatista, que caiu com o corrimão ficando entre as pernas.

Mas não foi só no skate que comentaristas sinceronas roubaram a cena. No futebol feminino aconteceu a mesma coisa. Cristiane, que ficou fora da convocação e fechou com a Globo, que o diga.

Quem nunca levou uma golfada da filha ao vivo na Globo, não é mesmo?

Continua depois da publicidade

Outra que também brilhou foi Hortência, a "rainha" do basquete. Mas ela mudou de esporte para entreter o público. Escalada para comentar a prova do filho João Victor, no hipismo, a ex-jogadora não aguentou a emoção e chorou ao vivo.

"Eu não sou muito entendedora, mas estou achando ele maravilhoso, ele está indo muito bem!"
Hortência, ex-atleta de basquete e mãe de João, do hipismo

Foi um chororô danado!

Bernardinho, comentarista do SporTV, também não aguentou ver o filho Bruninho, do vôlei, como porta-bandeira do Brasil na cerimônia de abertura em Tóquio e foi às lágrimas.

Por fim, as Olimpíadas também podem nos deixar frustrados. Daniel Pereira, do SporTV, ficou desolado com a derrota de Rafael Macedo no judô com poucos segundos de luta.

Continua depois da publicidade

Os Jogos Olímpicos ainda estão longe de terminar. Será que voltaremos logo mais com novidades? Aguardem!