PUBLICIDADE
Topo

Joanna Maranhão critica Yasmin Brunet: 'Mundinho paralelo é encantador'

Aos 31 anos, Joanna Maranhão anuncia aposentadoria da natação -
Aos 31 anos, Joanna Maranhão anuncia aposentadoria da natação

Colaboração para o UOL

27/07/2021 15h23

A polêmica derrota de Gabriel Medina no surfe durante a madrugada segue rendendo discussões na web. Agora foi a vez da ex-nadadora Joanna Maranhão criticar a modelo, e namorada de Medina, Yasmin Brunet.

Após o brasileiro ter sido superado por Kanoa Igarashi, do Japão, nas semifinais do surfe masculino, Yasmin criticou duramente os jurados da prova e pedir para que seus seguidores fossem às redes sociais do COB, o Comitê Olímpico do Brasil, questionar o motivo da entidade não ter tomado providencias após o 'roubo' que Medina sofreu na bateria.

"Queria pedir para vocês irem no Instagram do COB, da CBSurfe, do Time Brasil e pergunta para eles por que eles vão deixar um atleta deles ser completamente roubado? É assim que eles defendem os atletas? Agora vocês vão começar a entender o que eu estava falando desde o início", disse Yasmin em live no Instagram.

A modelo vinha fazendo transmissões ao vivo das baterias do namorado e interagindo com seguidores e chegou a ser bloqueada pela plataforma por conta dos direitos de imagem.

As declarações de Yasmin em apoio a Medina, e pedindo alguma atitude, chegaram a receber apoio e críticas a internet. Alguns comentaristas e especialistas na modalidade afirmaram que o bicampeão do mundo foi prejudicado pelos jurados, mas lembraram que o surfe olímpico não permite protesto contra as notas dadas.

A ex-nadadora Joanna Maranhão chegou a postar uma crítica a modelo, afirmando que Yasmin estaria em um 'mundinho paralelo encantador'. Após ser rebatida por um seguidor, Joanna afirmou que o procedimento oficial não deve mudar só porque Yasmin exigiu.

Gabriel Medina terminou a competição em quarto lugar, ficando sem medalha em Tóquio. O bicampeão do mundo pediu desculpas após as derrotas e foi abraçado nas redes sociais por fãs e amigos. O ouro ficou com Ítalo Ferreira.