PUBLICIDADE
Topo

Didal, amada pelos brasileiros, ouvia do pai que skate não era para garotas

Margie Didal, skatista filipina
Margie Didal, skatista filipina
Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

27/07/2021 13h28

A filipina Margielyn Didal disputou a final feminina do skate street nas Olimpíadas encantou a torcida brasileira por sua simpatia e cumplicidade com Rayssa Leal, nossa fadinha.

Margie buscou nas competições melhorar a situação de sua família. Sua mãe sempre lhe deu a maior força para continuar competindo.

Continua depois da publicidade

Apesar disso, o pai Margie Didal era contra, pois achava que skate não era coisa de garota.

via GIPHY

Apoio mesmo Margie tem de sua namorada, Jozel Manzanares, uma universitária de 25 anos. As duas estão juntas há seis anos e tiveram que ficar longe nesse período de Jogos Olímpicos - ta vendo Yasmin Brunet

Jozel e consegue algum dinheiro vendendo objetos e roupas usados por Margie, como bonés, mochilas e camisetas. Alguns bonés estão até rasgados pelas quedas de Didal - o que aumenta o valor da peça.

Continua depois da publicidade

Didal fez uma tatuagem para celebrar as Olimpíadas, mas com uma referência à covid-19 e à vacina

Tem como não amar?