PUBLICIDADE
Topo

Karen Jonz chora com prata de Rayssa Leal: 'O Brasil está sorrindo'

Karen Jonz durante a transmissão da final do Skate Street Feminino - Transmissão
Karen Jonz durante a transmissão da final do Skate Street Feminino Imagem: Transmissão

Colaboração para o UOL, em São Paulo

26/07/2021 01h49

A medalha de prata conquistada por Rayssa Leal emocionou a comentarista Karen Jonz durante a transmissão da final do skate street feminino nos Jogos Olímpicos de Tóquio, no SporTV.

Após a confirmação do pódio, a tetracampeã mundial disse que o Brasil estava sorrindo e chorou ao falar que esta vitória "muda o mundo".

"Isso mostra o que uma menina é capaz, o Brasil está sorrindo com o segundo lugar da Rayssa. Isso muda o mundo. A gente chorou um monte, foi muito emocionante", disse ela.

"Esse momento é da Rayssa, do Brasil e de todos os brasileiros que estão vivendo isso e se emocionando junto", completou.

Durante a disputa final, a '" fadinha"mostrou todo seu talento e superou quase todas as concorrentes para ficar com a segunda colocação. O ouro ficou com a japonesa, Momiji Nishiya, de 13 anos, que ainda viu a compatriota Funa Nakayama ficar com o bronze.

Está na história

Ao conquistar prata na modalidade street do skate feminino nos Jogos Olímpicos de Tóquio, Rayssa Leal, a Fadinha, tornou-se a atleta mais jovem a ganhar uma medalha pelo Brasil nas Olimpíadas.

Aos 13 anos e sete meses de idade, a skatista maranhense desbancou Rosângela Santos, que foi bronze no 4x100m do atletismo em Pequim, em 2008, aos 17. Na história olímpica mundial, a brasileira é a terceira medalhista mais jovem.