PUBLICIDADE
Topo

Brasileiro fica longe do pódio, e norueguês conquista ouro no triatlo

Kristian Blummenfelt, da Noruega, comemora a medalha de ouro no triatlon - HANNAH MCKAY/REUTERS
Kristian Blummenfelt, da Noruega, comemora a medalha de ouro no triatlon Imagem: HANNAH MCKAY/REUTERS

Do UOL

Em São Paulo

25/07/2021 20h24

Não deu para o Brasil no triatlo masculino nas Olimpíadas de Tóquio. Manoel Messias, de 24 anos, ficou apenas na 28ª posição (1h48min11). O ouro ficou com Kristian Blummenfelt, da Noruega, que terminou a prova com o tempo de 1h45min04, 11 segundos à frente do britânico Alex Yee. Hayden Wilde, da Nova Zelândia, completou o pódio da prova realizada neste domingo (horário de Brasília), na marina de Odaiba.

Sob forte calor, os atletas tiveram que vencer 1.500m de natação, 40km de ciclismo e 10km de corrida. Dos 56 atletas inscritos, 51 iniciaram a disputa nos 1.500 metros da natação.

Manoel Messias não começou bem na natação e finalizou a primeira perna na penúltima posição. O francês Vincent Luis terminou à frente ao completar os 1.500 metros em 17min39. Na segunda metade da prova, Messias avançou duas posições, terminando em 49º.

No ciclismo, a liderança trocou de mãos diversas vezes até que o suíço Andrea Salvisberg assumiu a ponta na sétima das oito voltas. Ele abriu vantagem e conseguiu finalizar os 40km de pedalada com 14 segundos de vantagem para o norueguês Casper Stornes. Manoel Messias encerrou essa etapa em 38º.

Competidores na prova de ciclismo do Triatlon nas Olimpíadas de Tóquio - Cameron Spencer/Getty Images - Cameron Spencer/Getty Images
Competidores na prova de ciclismo do Triatlon nas Olimpíadas de Tóquio
Imagem: Cameron Spencer/Getty Images

O suíço começou a corrida na frente, mas não conseguiu se manter. O britânico Alex Yee assumiu a ponta, seguido de perto pelo norueguês Kristian Blummenfelt e por Hayden Wilde. Nos quilômetros finais, os três revezaram a liderança até que Blummenfelt conseguiu se desgarrar do pelotão e garantiu a primeira medalha de ouro da Noruega em Tóquio.

"Prova bem dura, bem rápida desde o começo. Na natação saí cortado do grupo principal, na Bike puxei praticamente sozinho mas me senti bem e saí pra correr bem também, me sentindo forte desde o início e principalmente no final onde consegui ganhar bastante posições e acabar bem. Foi uma prova que eu gostei bastante e consegui dar o meu melhor", analisou Messias depois da prova.

Nesta segunda-feira (26), é a vez do triatlo feminino, a partir das 18h30 (horário de Brasília). Luisa Baptista e Vittoria Lopes representarão o Brasil.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do inicialmente informado, Messias completou a natação na 49ª posição e o ciclismo em 38º. O erro já foi corrigido