PUBLICIDADE
Topo

Kelvin revela que recebeu incentivos da esposa ao telefone durante a prova

Felipe Pereira

Do UOL, em Tóquio

25/07/2021 02h50

Kelvin Hoefler teve um apoio imprescindível durante a prova que lhe garantiu a medalha de prata neste domingo (25) em Tóquio. Após a conquista, em entrevista, ele revelou que falava com a esposa Ana Paula nos intervalos das apresentações da prova final.

"Ali na hora a motivação de 'Kelvin você é o melhor', 'você precisa acertar', 'aguenta que você já chega em casa'. 'Quando chegar em casa, eu te abraço', é isso", afirmou em entrevista na zona mista.

Kelvin também disse que a esposa foi essencial para tranquilizá-lo durante o evento. "Acredito que sem a ligação dela nada tinha acontecido", reconheceu. "Ela é fotógrafa e me ajuda desde sempre, vem me ajudando, é meu braço direito, esquerdo, é tudo", concluiu. Além disso, ele também recebeu o apoio da skatista Pâmela Rosa durante a final. Curiosamente, tanto para falar sobre uma como a outra, Kelvin usou a mesma expressão: "é meu braço direito, esquerdo".

Com nota de 36,15, Kelvin ficou em segundo lugar e conquistou a medalha de prata, primeira do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Ele ficou atrás do japonês Yuto Horigome. O bronze foi para o norte-americano Jagger Eaton.