PUBLICIDADE
Topo

Brasileira do lançamento do disco pega no doping é liberada para Olimpíadas

Fernanda Borges foi liberada para competir nas Olimpíadas - Agência Luz/ BM&Fbovespa
Fernanda Borges foi liberada para competir nas Olimpíadas Imagem: Agência Luz/ BM&Fbovespa

Thiago Braga

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/07/2021 23h35

A brasileira Fernanda Borges, atleta do lançamento de disco, está liberada para competir nas Olimpíadas de Tóquio-2020. Ela havia sido suspensa preventivamente após um exame antidoping realizado em maio deste ano detectar a substância Ostarine, da classe de agentes anabolizantes, proibido segundo as regras da WADA (Agência Mundial Antidoping). A informação foi publicada primeiro pelo ge e confirmada pelo UOL.

"Foi uma audiência muito violenta contra ela. O advogado a interrogou sobre fatos de quatro anos para poder pegar um resquício de negligência. No fim, o Tribunal entendeu que o grau de responsabilidade dela foi mínimo, o nível de cuidado dela beirou a perfeição. Agora, as questões de como ela vai para Tóquio, quando vai, isso é com o COB e o COI", falou ao UOL o advogado Marcelo Franklin, especialista em direito desportivo e doping.

Fernanda foi liberada para competir nas Olimpíadas após decisão da Sport Resolution —órgão ligado à Federação Internacional da modalidade (World Athletics) que faz os julgamentos dos casos de doping do atletismo mundial.

A World Athletics queria que Fernanda fosse suspensa por quatro anos, por possível negligência. O Tribunal decidiu suspender a brasileira por dois meses, que já haviam sido cumpridos.

"Fiz uma chamada de vídeo com ela. Nunca vi alguém tão emocionado na vida, um sentimento de incredulidade. Ela ficou muda, não conseguia falar, não entendia minhas palavras, começou a chorar. Pedi que ela fosse tomar água com açúcar. Foi uma audiência, traumatizante, então ela não tinha mais esperança de ir para as Olimpíadas. Foi um misto de emoções. Mas que deu certo no fim", contou o advogado da atleta.

Fernanda ainda está no Brasil. Mas como sua competição começa dia 30 de julho, ela tem tempo para viajar e disputar as Olimpíadas. Agora o COB está verificando como irá proceder sobre o assunto.