PUBLICIDADE
Topo

Jardine ressalta time em construção e projeta estreia equilibrada em Tóquio

André Jardine só teve dois dias de trabalho com o grupo completo de atletas - Marco Galvão/CBF
André Jardine só teve dois dias de trabalho com o grupo completo de atletas Imagem: Marco Galvão/CBF

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

21/07/2021 03h29

Na visão de André Jardine, comandante da seleção brasileira olímpica, a estreia amanhã (22), diante da Alemanha, às 8h30 (de Brasília), será bem equilibrada. O treinador do Brasil ressaltou que espera um jogo decidido no detalhe e vê sua equipe ainda em construção.

"Com certeza são duas equipes que se respeitam muito e vão alternar dominância dentro do jogo. Será bastante igual, duro e decidido no detalhe", afirmou em entrevista coletiva, ressaltando a força do time alemão.

Para Jardine, a equipe que começar o jogo amanhã pode não ser a mesma ao longo das Olimpíadas, isso porque considera que o time ainda está em construção. "Temos que aproveitar os poucos treinamentos que temos com o grupo completo, então, a estratégia foi entrosar ao máximo o que consideramos ideal para este jogo", analisou. Ele afirmou que vai buscar a melhor formação "jogo a jogo".

A Alemanha é um adversário recorrente para o Brasil. Foi o oponente na decisão olímpica em 2016 e também foi quem impôs ao Brasil a maior goleada de sua história: o 7 a 1 no Mineirão. Além disso, as equipes se enfrentam em Yokohama, lugar onde o Brasil bateu os alemães por 2 a 0 e conquistou o pentacampeonato mundial em 2002. "É um grande clássico mundial, uma partida que tem uma história maravilhosa. Além de desfrutar, vamos tentar escrever mais uma página na história desse confronto, se possível brasileira".