PUBLICIDADE
Topo

Modalidades das Olimpíadas 2021: saiba quais os esportes novos em Tóquio

O Brasil é forte candidato a medalha no surfe - Foto: Damien Poullenot/World Surf League via Getty Images
O Brasil é forte candidato a medalha no surfe Imagem: Foto: Damien Poullenot/World Surf League via Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

16/07/2021 04h00

A Olimpíada de Tóquio marca a entrada de cinco novas modalidades no programa olímpico: skate, surfe, escalada, beisebol e caratê. Nos esportes que são novidade, o Brasil terá representantes (e favoritos a medalha) no skate e no surfe.

Skate

Haverá competições em duas categorias: o park, que é disputado em uma pista com paredes côncavas, como uma bacia, e o street, circuito com obstáculos como escadas, rampas e corrimões. As duas categorias são separadas em masculino e feminino.

Os juízes avaliam os competidores levando em conta velocidade, dificuldade das manobras, originalidade, estabilidade e outros critérios. Os oito atletas com melhores notas se classificam às finais.

A equipe brasileira de skate tem 12 representantes (seis por categoria) e grandes chances de medalha. No street feminino, três das cinco melhores do mundo são brasileiras: Pâmela Rosa, Rayssa Leal e Letícia Buffoni.

Surfe

Com 40 competidores (20 por gênero), o surfe será disputado na cidade de Tsurigazaki, a cerca de 100 quilômetros de Tóquio. No masculino, a dupla brasileira Gabriel Medina e Ítalo Ferreira está entre os favoritos ao título. No feminino, Silvana Lima e Tatiana Weston-Webb chegam fortes.

O formato da competição olímpica será um pouco diferente do da WSL. No primeiro round, os atletas serão divididos em cinco baterias de quatro competidores, o primeiro e segundo colocados avançando direto para o round 3. Os terceiros e quarto colocados vão para a repescagem —duas baterias de cinco atletas—, os três primeiros entram no round 3. Na última fase de grupos, serão quatro baterias com quatro atletas. Os dois melhores de cada chave avançam para as quartas de final, a partir daí a disputa será de um contra um para definir os medalhistas.

Caratê

Na Olimpíada, haverá disputas de Kumite e Kata. Na primeira, os competidores são divididos por gênero, com três categorias de peso cada. Os atletas lutam durante três minutos. Os chutes e socos acertados dão pontos e ganha quem somar mais. Quem somar oito pontos antes do final do tempo vence automaticamente.

No Kata, não há divisão de peso e não há contato físico. Eles apresentam uma série de movimentos a sete juízes, que avaliam as performances.

O Brasil não classificou atletas para a modalidade.

Beisebol/Softbol

O beisebol e o softbol voltam ao programa olímpico depois de dois ciclos fora dos Jogos. O beisebol é praticado por homens e softbol, por mulheres. Em cada gênero, seis países participam da competição, divididos em dois grupos. No total, serão dez jogos na fase de mata-mata.

O Brasil não participa das disputas.

Escalada esportiva

A escalada esportiva é dividida em três categorias: velocidade, dificuldade e bouldering. Na velocidade, o atleta que chegar ao topo primeiro vence. Na disputa por dificuldade, o foco é superar o percurso que fica gradualmente mais difícil. Por último, o boulder é a escalada praticada em uma parede menor e sem o uso de corda. Os vencedores serão escolhidos pela média geral das três categorias.

Em Tóquio, haverá disputas no masculino e no feminino. O Brasil não terá participantes no evento.