PUBLICIDADE
Topo

Jade sobre controle de peso: "Tinha crise renal por não poder beber água"

Jade Barbosa em 2018 - Thiago Ribeiro/AGIF
Jade Barbosa em 2018 Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Do UOL, em São Paulo

04/05/2020 14h51

Jade Barbosa é hoje a líder da seleção brasileira feminina de ginástica artística e aos 28 anos carrega um currículo cheio de medalhas e histórias de vida e do esporte. Em conversa com o UOL Esporte, a ginasta falou de carreira, liderança, rótulos e de como a modalidade evoluiu na questão do peso das atletas, que antes tinham que subir na balança várias vezes ao dia e eram proibidas de beber água.

Conhecida como uma modalidade que busca a perfeição dos movimentos de atletas, no passado a ginástica não era só rígida nesse aspecto. Jade relatou a mudança relacionada ao peso das ginastas. Antes, por causa do controle rígido, não podia beber água e isso a fazia sofrer com crises renais.

"O que a gente não gostava são coisas que a gente conseguiu resolver. A questão do peso não tem nem como dizer como melhorou. A gente não pesa mais, é taxa de gordura, é uma coisa saudável. Antes era quanto mais leve, menos impacto, quanto menos impacto, menos lesões. A gente pesava quatro vezes por dia, mas isso a gente conquistou. Hoje em dia, quem está no ginásio é saudável. Isso é um processo que demorou", contou.

"Eu tinha várias crises renais porque não podia beber água e hoje em dia a gente anda com a garrafa do lado. Isso é uma conquista. E a gente não tinha equipe multidisciplinar. Hoje a gente tem. A gente tem um ginásio incrível, muitos clubes têm aparelhagem. É até difícil lembrar como era antes, porque eu não tenho do que reclamar agora. O Centro de Treinamento do Rio é ótimo e ver sua foto pendurada é ótimo, ver quanto você contribuiu", completou.

Esporte