UOL Olimpíadas
BUSCA




RECEBA O BOLETIM
UOL ESPORTE
 


Arquivo 
Com sete ouros no currículo, a australiana Louise Sauvage acende a pira nos Jogos Paraolímpicos de Sydney, em 2000
O neurologista britânico Ludwig Guttman pode ser considerado o "Barão de Coubertin" dos Jogos Paraolímpicos. Assim como o nobre francês, Guttman foi o idealizador da competição e não economizou esforços para colocá-la em prática.

As Paraolimpíadas foram disputadas pela primeira vez em Roma-1960. Entretanto, 12 anos antes, uma outra competição internacional envolvendo atletas deficientes físicos foi realizada, podendo ser considerada o embrião dos Jogos Paraolímpicos.

Em 1948, na pequena cidade inglesa de Stoke Mandeville, Guttman organizou um torneio envolvendo 16 atletas veteranos de guerra, que sofreram seqüelas durante o conflito. Na mesma época, em Londres, o mundo assistia aos Jogos Olímpicos e Guttman planejava unir as duas competições.

Quatro anos depois, alguns atletas holandeses disputaram a competição organizada por Guttman, que passou a ser chamada de Jogos Internacionais de Stoke Mandeville.

Mas o sonho olímpico de Guttman só se tornaria realidade em 1960, quando Antonio Maglio, diretor do Centro de Lesionados Medulares de Ostia (Itália), propôs que os Jogos Internacionais de Stoke Mandeville fossem disputados em Roma, logo após a Olimpíada.

A idéia foi bem recebida pelos organizadores dos Jogos Olímpicos de Roma e, dias após encerrada a competição, Carla Gronchi declarou iniciados os primeiros Jogos Paraolímpicos, com a participação de 400 atletas de cadeiras de rodas de 23 países.

Mesmo com o sucesso dos Jogos Paraolímpicos de Roma-1960, a competição foi desprezada nas duas décadas seguintes, sendo realizadas em locais diferentes dos Jogos Olímpicos.

Em 1984, por exemplo, a competição foi dividida entre duas cidades. Em Nova York, foram disputadas provas das modalidades amputados, paralisia cerebral e deficiência visual. Os atletas cadeirantes competiram em Stoke Mandeville.

Somente em Seul-1988 a competição voltou a ser disputada no mesmo local das Olimpíadas, sendo parte obrigatória do planejamento dos organizadores.



  País Total
  1º CHN 63 46 32 141
  2º GBR 35 30 29 94
  3º CAN 28 19 25 72
  4º EUA 27 22 39 88
  5º AUS 26 38 36 100
  14º BRA 14 12 7 33

  Veja quadro geral
NOTÍCIAS
14/10/2004
23h45 - Lula recebe atletas paraolímpicos e sugere reencontro após Pequim-08

01/10/2004
13h10 - Paraolímpicos se surpreendem com festa na chegada ao Brasil

30/09/2004
00h01 - Fim dos Jogos abre sucessão no Comitê Paraolímpico

29/09/2004
06h59 - Ádria Santos termina os Jogos como a maior medalhista do Brasil

06h58 - Clodoaldo dá show e vira a cara do esporte paraolímpico brasileiro

06h57 - Com campanha melhor, CPB renega comparação com a Olimpíada

28/09/2004
15h30 - Sem festa e alarde, cerimônia encerra as Paraolimpíadas

11h05 - Invicto, Canadá fica com o ouro no basquete paraolímpico

10h07 - Nos pênaltis, Brasil vence a Argentina e é ouro no futebol de 5

09h38 - Comitê deve alterar classificação de atletas nas Paraolimpíadas

 Mais notícias