UOL Olimpíadas
BUSCA




RECEBA O BOLETIM
UOL ESPORTE
 


O vôlei é disputado por duas equipes que têm seis jogadores em quadra cada -e outros seis no banco de reservas. A partida é realizada em uma melhor de cinco sets -ganha quem vencer três. Ganha o set o time que chegar primeiro a 25 pontos, exceto o quinto (quando necessário), que vai a 15. Qualquer set só se define quando um time tiver pelo menos dois pontos de vantagem sobre o outro, com exceção novamente do quinto, cujo placar chega no máximo a 17. Desta forma, se nos primeiros sets o placar apontar 24 a 24, a primeira equipe que abrir dois pontos vence o set -mesmo que, para isso, sejam necessários placares como, por exemplo, 42 a 40.

Para conseguir um ponto, é preciso fazer com que a bola caia no campo do adversário, enviando-a por cima da rede. Cada equipe dispõe de três toques para devolvê-la à quadra rival (além do toque no bloqueio). Um jogador não pode segurar a bola nem tocá-la duas vezes seguidas, mas pode bater na bola com qualquer parte do corpo, inclusive os pés.

A bola é colocada em jogo com um saque: o jogador golpeia a bola enviando-a por cima da rede para a quadra adversária. A bola continua em jogo até que caia dentro da quadra, toque o chão fora dos limites da quadra ou uma equipe não a devolva corretamente para a quadra do adversário.

Toda vez que um time marca ponto, conquista o direito do saque. Além disso, os jogadores da equipe que vai sacar mudam de posição, "rodando" em quadra sempre no sentido do relógio -o objetivo desta regra é que todos os atletas em quadra saquem e todos passem pela rede.

Depois do Mundial de 1998, realizado no Japão, a FIVB mudou algumas regras da modalidade. A mais radical foi o fim das vantagens. Até então, um time só pontuava se tivesse ele mesmo sacado; se uma equipe colocasse a bola em quadra e não conseguisse confirmar o ponto, perdia o direito do saque.

As mudanças foram feitas para atender aos interesses da televisão, que pedia uma diminuição do tempo de duração do jogo para não afetar a programação. Com as antigas regras, alguns sets duravam quase uma hora, inviabilizando transmissões em emissoras de TV aberta.

Outra mudança importante foi validar os saques queimados na rede, o que beneficiou times que possuem sacadores fortes, como Rússia e EUA. Os cartões amarelos deixaram de ser uma simples advertência. Cada cartão vale um ponto para a equipe oponente. Isso foi criado para acabar com as constantes reclamações dos atletas com a arbitragem.

A função do líbero foi criada depois de Atlanta-1996. O líbero só atua no fundo de quadra e não pode atacar, nem sacar. Normalmente, o líbero é um jogador que possui muita habilidade na defesa. Pode substituir outro jogador sem a necessidade de avisar ao árbitro.



  Quadro da modalidade
  País Total
  1º BRA 1 0 0 1
  1º CHN 1 0 0 1
  3º RUS 0 1 1 2
  4º ITA 0 1 0 1

 Resultados
O Esporte
 Regras

 Glossário

Competição
 Tabela feminina

 Tabela masculina

 Resultados

 Locais de competição
Brasil
 Histórico

 Estrela

 Brasileiros



História
 Modalidade

 Curiosidades

 Destaques

 Quadro de medalhas

 Medalhas por prova