UOL Olimpíadas
BUSCA




RECEBA O BOLETIM
UOL ESPORTE
 


Reuters
As cubanas Regla Torres (dir.) e Mireya Luis comemoram a conquista do tricampeonato olímpico em Sydney

O vôlei foi criado no ano de 1895 por William G. Morgan, então diretor de educação física da Associação Cristã de Moços (ACM) de Holyoke, Massachusetts (EUA). Morgan dirigia um amplo programa de exercícios físicos e de classes esportivas para adultos. Ao perceber que o basquete - criado quatro anos antes pelo seu amigo Naismith - exigia um esforço físico não compatível com a idade de seus alunos mais velhos, se viu na obrigação de inventar um jogo mais adequado às suas necessidades.

Primeiro tentou adaptar um esporte com base no tênis, mas a necessidade de raquetes, bolas, rede e demais implementos o fez desistir. A idéia de utilizar uma rede, porém, o interessou. Decidiu elevar a altura da rede acima da cabeça de um homem de estatura média (1,83m) e utilizar como bola a câmara da bola de basquete. A câmara, no entanto, era muito leve e lenta. Experimentou depois a bola de basquete, que também não foi aprovada pois era muito grande e pesada, chegando a machucar as mãos dos praticantes. A solução foi dada pela firma Spalding & Brothers, que desenvolveu uma bola conforme a medida e o peso indicados por Morgan.

Logo em seguida, as primeiras regras e os conceitos básicos foram codificados: tinha nascido a Minonette, primeiro nome pelo qual o vôlei ficou conhecido. Um colega de Morgan, o professor Halstead, chamando a atenção sobre o voleio dado por cima da rede, sugeriu o nome de voleyball.

Graças à ACM, a modalidade foi divulgada, primeiro no Canadá, e posteriormente em outros países: Filipinas, China, Japão, Birmânia e Índia. Nas Filipinas, em 1922, foi criada a maior tática ofensiva do vôlei, a cortada, em que um jogador levanta a bola para facilitar o remate de um companheiro. Na América do Sul, o novo esporte se espalhou partido do Peru, para onde tinha sido levado em 1910. Integrantes de uma missão contratada pelo governo peruano junto aos Estados Unidos divulgaram a modalidade com a intenção de organizar a educação física nas escolas primárias do país.

Os primeiros campeonatos foram organizados nos Estados Unidos pela própria ACM. Em 1928, foi criada a USVA - United States Volleyball Association. Em uma primeira tentativa, foram estabelecidos contatos esportivos com a Polônia e com a França, mas o início da 2ª Guerra Mundial postergou a realização de competições internacionais. Em 1945, com o fim da guerra, foram retomadas as relações. No ano seguinte, aproveitando a realização de uma partida internacional entre a Tchecoslováquia e a França, foi organizada uma reunião para criar as bases de uma futura federação européia. O primeiro congresso foi realizado em Paris, em 1947, com a presença de 13 federações nacionais. Foram estabelecidos os estatutos e regulamentos e padronizadas as regras de jogo utilizadas na Europa e nos Estados Unidos. Na mesma época, no Japão e demais países asiáticos, o jogo era praticado por equipes de nove jogadores em uma quadra de 11x21 m. No congresso de Florença, em 1955, a federação japonesa decidiu implantar as regras internacionais.

Depois da disputa do primeiro campeonato europeu, em 1949, a federação internacional (FIVB) realizou numerosas tentativas para incluir o vôlei no programa olímpico. Graças à federação búlgara, a direção da FIVB teve a oportunidade de realizar um torneio na cidade de Sofia, em 1957, durante uma sessão do Comitê Olímpico Internacional. Membros do COI assistiram à final e decidiram incluir o esporte nos Jogos. Sete anos mais tarde, o vôlei foi incluído no programa oficial de Tóquio-1964, em principio com um torneio masculino de 16 equipes e, finalmente, com a ajuda dos japoneses da FIVB, com um torneio masculino com dez equipes e outro feminino, com seis.

No masculino, a União Soviética dominou os Jogos até boicotar Los Angeles-1984, vencida pelos Estados Unidos, que repetiram o feito em Seul-1988. No feminino, soviéticas e japonesas fizeram as quatro primeiras finais. Em Atlanta-1996, nem russos ou norte-americanos, no masculino, e russas ou japonesas, no feminino, ganharam medalhas.

Em Sydney-2000, a seleção feminina cubana saiu da Austrália com uma conquista inédita: o tricampeonato olímpico de vôlei. As cubanas chegaram ao tri após vencerem as brasileiras na semifinal e as russas na final, nas duas vezes por 3 sets a 2. No masculino, os iugoslavos terminaram em terceiro lugar na primeira fase, ficando atrás de italianos e russos.



  Quadro da modalidade
  País Total
  1º BRA 1 0 0 1
  1º CHN 1 0 0 1
  3º RUS 0 1 1 2
  4º ITA 0 1 0 1

 Resultados
O Esporte
 Regras

 Glossário

Competição
 Tabela feminina

 Tabela masculina

 Resultados

 Locais de competição
Brasil
 Histórico

 Estrela

 Brasileiros



História
 Modalidade

 Curiosidades

 Destaques

 Quadro de medalhas

 Medalhas por prova