PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Como youtuber que venceu ex-UFC virou inimigo número 1 da organização

Daniel Cormier discute com Jake Paul durante o UFC 261 - Josh Hedges/Zuffa LLC
Daniel Cormier discute com Jake Paul durante o UFC 261 Imagem: Josh Hedges/Zuffa LLC

Do UOL, em São Paulo

03/05/2021 04h00

Os falastrões sempre foram muito bem-vindos no UFC, mas a situação fica mais complicada se for alguém de fora da "família". É o caso do youtuber Jake Paul, que tem dado cada vez mais dor de cabeça para a principal organização de MMA do mundo. Quanto mais ele fala, mais os envolvidos no Ultimate se estressam. No sábado passado (24), um bate-boca quase virou briga.

Jake Paul compareceu ao UFC 261, que teve três disputas por cinturão e foi realizado em Jacksonville, nos Estados Unidos. Na arquibancada, teve recepção bastante ríspida do público, que gritava "f...-se o Jake". Em um determinado momento, o ex-campeão da organização Daniel Cormier, que agora trabalha como comentarista, levantou-se do lugar onde estava e foi discutir com o youtuber.

"Esse cara foi desrespeitoso e falou de uma maneira que não falaria na minha cara. Não posso lidar com isso. Eu estava sentado à mesa, e alguém avisou que Jake Paul estava presente. Quando olho para trás, ele estava fazendo caretas e acenando para mim. Esse cara está sendo tão ridículo que eu precisava falar", explicou Cormier.

O atrito entre Cormier e Paul começou depois que o youtuber nocauteou no primeiro round Ben Askren, ex-UFC, em luta de boxe. Em seu podcast, Cormier lamentou o resultado e pediu para que algum atleta profissional nocauteasse Paul.

"Esse cara pede para manter o nome dele fora da minha boca, mas espere um minuto. Você colocou meu nome em sua boca primeiro. Você falou de mim em seu podcast com Ariel. Portanto, não venha aqui falar sobre como eu falei de você", rebateu Paul, depois do desentendimento no UFC 261.

A vitória de Paul sobre Askren não incomodou apenas Cormier. Diversos outros lutadores com passagem pelo UFC reclamaram da postura provocadora do youtuber. Sem lutar desde 2018, Vitor Belfort usou as redes sociais para desafiar Paul.

"Jake Paul, se você se recusar a lutar comigo, que tem mais que o dobro da sua idade, você é um verdadeiro maricas. Não procure adversários fáceis junto com sua equipe", disse o brasileiro.

Mais comedido, Anderson Silva pediu para que os youtubers respeitassem a modalidade. "O boxe tem milhões de lutadores que fizeram história, morreram praticando esse esporte. Não acho que qualquer lutador que lutou MMA, como eu, ou algum cara que não lutou nada e começou a treinar, pode entrar no esporte e fazer algumas coisas. Tudo tem que ter um respeito. Tem uma tradição. Tem que respeitaram pelos que estão lá. Assim que eu penso", disse, à "Ag. Fight".

Jake Paul pediu para Dana White pagar melhor seus lutadores

Os atletas do UFC não são os únicos que têm se envolvido em discussões com Jake Paul. Recentemente, o youtuber atacou a maneira como Dana White, presidente da organização, lida com os pagamentos de seus atletas. Citando Jon Jones, que ainda negocia os valores de sua próxima luta, Paul pediu para que White desse um tratamento digno aos lutadores.

Dana White concede entrevista coletiva do UFC 200 - Jeff Zelevansky/Getty Images - Jeff Zelevansky/Getty Images
Dana White, presidente do UFC
Imagem: Jeff Zelevansky/Getty Images

"Estou em minha terceira luta e fiz mais dinheiro que qualquer lutador na história do UFC. Talvez seja hora de pagar aos seus lutadores um valor justo? Não é à toa que todos querem ir para o boxe. Dana, você diz que faz as lutas que os fãs querem ver, então, se mexa e faça [Jon] Jones x [Francis] Ngannou. Pague um valor justo para eles. Uma bolsa de US$ 10 milhões, mais o pay-per-view. Por que os lutadores do UFC ganham tão menos que os boxeadores? Por que eu fiz mais dinheiro em minha terceira luta mais que todos (menos Khabib e Conor) os lutadores do UFC fizeram na história?", questionou Jake Paul. A vitória sobre Ben Askren rendeu ao youtuber US$ 690 mil (R$ 3,8 milhões).

Dana ainda não respondeu a Jake Paul, mas já atacou o youtuber em outras oportunidades. Em dezembro passado, o presidente do UFC disse ao "TMZ" que estava cogitando deixar Amanda Nunes "nocautear esse cara".

Jake Paul ainda não tem adversário definido para sua quarta luta no boxe. Mas quanto mais ele fala, mais o UFC se irrita e mais potenciais rivais aparecem.

MMA