PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Chutes giratórios e recorde de nocautes marcam card do UFC na Ilha da Luta

Joaquin Buckley nocauteia Impa Kasanganay com chute - Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images
Joaquin Buckley nocauteia Impa Kasanganay com chute Imagem: Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

11/10/2020 04h00

O sétimo evento do UFC na "Ilha da Luta" ficou marcado pelo alto número de nocautes. Das 13 lutas escaladas no card, seis delas acabaram com um dos lutadores nocauteados. O número é o maior entre os eventos realizados em 2020, empatado com os UFC: Benavidez x Figueiredo (29/02) e UFC: Covington x Woodley (19/09).

O mais impressionante deles foi o de Joaquin Buckley sobre Impa Kasanganany, ainda no card preliminar do evento. No segundo round, Buckley tentou um chute alto de esquerda, mas Kasanganany conseguiu segurar a perna do americano. Mas logo na sequência, ainda com a perna presa, Buckley aplicou um chute giratório de direita que fez o adversário desabar.

O golpe impressionou Dana White. No Twitter, o chefão da organização questionou se esse seria o maior nocaute já visto no UFC.

"O chefe me disse que queria me dar todos os prêmios. Para ser bem honesto, foi surreal [a conversa com Dana White], uma nuvem apareceu sobre a minha cabeça enquanto ele estava falando comigo, então não consegui ouvir nada. Mas foi incrível, foi surreal o Dana White vir até mim e conversar comigo", disse Buckley, ainda dentro do octógono.

A promessa acabou se cumprindo. Joaquin Buckley ganhou um dos prêmios de performance da noite e embolsou US$ 50 mil (R$ 276,5 mil) adicionais.

Cory Sandhagen acerta chute giratório e nocauteia Marlon Moraes, no UFC Fight Island 5 - Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images - Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images
Cory Sandhagen acerta chute giratório e nocauteia Marlon Moraes
Imagem: Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images

Foi também com um chute giratório que o sonho de Marlon Moraes de lutar novamente pelo cinturão dos galos foi adiado. Na luta principal da noite, o brasileiro foi surpreendido com o golpe desferido por Cory Sandhagen e acabou nocauteado no segundo round.

Uma vitória teria colocado Marlon como um dos potenciais adversários de Petr Yan pelo cinturão dos galos. Com a derrota, o mais provável é que Aljamain Sterling seja escalado para o combate valendo o título. Nas redes sociais, o norte-americano já começou a campanha para que o combate contra Petr Yan seja anunciado por Dana White.

O evento de ontem (10) ainda contou com os nocautes de Chris Daukaus contra Zé Colmeia, Tom Breese sobre KB Bhullar, Tom Aspinall em Alan Baudot e Dricus Du Plessis em cima de Markus Maluko.

MMA