PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Marlon Moraes tem teste crucial no UFC por nova chance de lutar pelo título

Marlon Moraes, durante a pesagem do UFC na Ilha da Luta - Josh Hedges/Zuffa LLC
Marlon Moraes, durante a pesagem do UFC na Ilha da Luta Imagem: Josh Hedges/Zuffa LLC

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

10/10/2020 04h00

Dana White pode ter uma dor de cabeça após o evento de hoje (10) do UFC, na Ilha da Luta, em Abu Dhabi (EAU). Caso Marlon Moraes vença Cory Sandhagen, se colocará como postulante ao direito de lutar pelo título dos galos contra o atual campeão Petr Yan. O problema é que Aljamain Sterling, que acumula cinco vitórias consecutivas, também é visto como potencial desafiante.

Pesa para o brasileiro o fato de ele já ter vencido Sterling em 2017 e ser o primeiro do ranking da divisão - o norte-americano é o segundo. Além disso, Marlon já foi escalado uma vez para enfrentar Petr Yan - quando esse ainda não era campeão -, mas a pandemia da covid-19 cancelou o duelo.

Nesse meio tempo, o então campeão Henry Cejudo anunciou a aposentadoria e deixou o cinturão vago. O Ultimate, então, fez José Aldo furar a fila e enfrentar Yan pelo título vago. O russo venceu por decisão unânime.

Além da ótima sequência de vitórias, Sterling tem ao seu lado uma declaração dada por Dana White, presidente do UFC, em agosto. Questionado sobre quem seria o próximo desafiante ao cinturão, o chefão disse que "muito provavelmente vai ser o Sterling".

Uma vitória convincente de Moraes sobre Cory Sandhagen, no entanto, tem potencial para embaralhar a divisão e colocar uma dúvida na cabeça de Dana White. "Meu maior objetivo é vencer. Quero entrar lá, vencer essa luta e depois a gente vê o que acontece", minimiza o brasileiro.

Mesmo que não seja o escolhido por Dana White, Moraes deseja que a organização marque mais lutas da divisão. Último campeão, Henry Cejudo demorou um ano para colocar seu cinturão em jogo depois de conquistá-lo contra o próprio Marlon Moraes.

"Eu, particularmente, torço que decida logo [o próximo desafiante] e que a categoria flua. Tem que ter mais lutas, mais disputas e o título rodando. Isso é importante", completou.

A luta de Marlon Moraes e Cory Sandhagen será a principal do evento deste sábado. O card principal está marcado para começar às 23h, horário de Brasília.

MMA