PUBLICIDADE
Topo

MMA


Amanda encara Spencer para ser a primeira a defender dois cinturões no UFC

Mike Roach/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
Imagem: Mike Roach/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

06/06/2020 04h00

Amanda Nunes pode fazer história no UFC 250, que acontecerá hoje (6), em Las Vegas (EUA). Caso vença Felicia Spencer, ela será a primeira lutadora na história da organização a conseguir defender cinturões em categorias diferentes. A brasileira detém os títulos dos galos e dos penas feminino.

"Eu vou conquistar mais esse feito e continuar fazendo história. É o que me move no esporte. Escolhi esse esporte e faço tudo com muito carinho e dedicação. E ele está me dando de volta tudo o que abri mão em prol dele. Com certeza, farei mais essa história", disse Amanda, em entrevista coletiva virtual organizada pelo UFC.

A brasileira é desde 2016 campeã dos galos do UFC, tendo defendido o cinturão cinco vezes. No fim de 2018, Amanda subiu ao peso pena para enfrentar a então campeã Cris Cyborg. Com um nocaute aos 51 segundos de luta, ela se tornou a dona dos títulos das duas categorias.

Contra Felicia Spencer, Amanda colocará o cinturão dos penas em jogo pela primeira vez buscando fazer história. O feito, caso aconteça, a colocar ao lado de Henry Cejudo, único atleta até o momento na história do UFC a defender cinturões em duas categorias distintas: moscas e galo. Diferentemente da brasileira, o norte-americano abriu mão de um de seus títulos antes de buscar o outro.

"Isso é algo que vem do atleta. Nunca me pressionaram a abrir mão de um dos meus títulos. Se você quiser deixar o cinturão, você deixa. Se não, você continua. E eu decidi continuar, decidi defender e fazer algo que ninguém nunca fez na história", prosseguiu Amanda.

Dominante em duas categorias, a brasileira não pensa em descer aos moscas (56,7kg) para tentar um terceiro título, algo que ninguém na organização conseguiu. "Perder peso é uma merda. Acho que nunca vou descer. Tenho muito a perder descendo. Prefiro ficar aqui nas duas divisões. Funcionam muito bem para mim".

Invicta a 10 lutas, Amanda não pensa em se aposentar. Aos 32 anos e perto de ser mãe de Reagan, de seu relacionamento com a também lutadora Nina Ansaroff, ela se diz "faminta".

"Sinto-me igual sempre. Faminta, motivada. Quero continuar fazendo isso. Amo o MMA. Faço isso porque amo. Acordo motivada todo dia", completou.

A luta de Amanda Nunes contra Felicia Spencer será a última do UFC 250, que será realizado em Las Vegas (EUA), neste sábado (6). O combate valerá o cinturão dos penas, que pertence à brasileira.

UFC 250
Las Vegas, EUA
6 de junho de 2020

Card principal (0h, horário de Brasília)

Peso-pena: Amanda Nunes x Felicia Spencer
Peso-galo: Raphael Assunção x Cody Garbrandt
Peso-galo: Aljamain Sterling x Cory Sandhagen
Peso-meio-médio: Neil Magny x Anthony Rocco Martin
Peso-galo: Eddie Wineland x Sean O'Malley

Card Preliminar (20h, de Brasília)

Peso-pena: Alex Caceres x Chase Hooper
Peso-médio: Ian Heinisch x Gerald Meerschaert
Peso-pena: Cody Stamann x Brian Kelleher
Peso-médio: Charles Byrd x Maki Pitolo
Peso-mosca: Jussier Formiga x Alex Perez
Peso-meio-pesado: Alonso Menifield x Devin Clark
Peso-casado: Evan Dunham x Herbert Burns

MMA