PUBLICIDADE
Topo

MMA


Dana White diz que daria vitória a Reyes sobre Jones: "Mas não sou jurado"

Jeff Zelevansky/Getty Images
Imagem: Jeff Zelevansky/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

09/02/2020 19h00

O equilíbrio na vitória de Jon Jones sobre Dominick Reyes, ontem (8), na luta principal do UFC 247, deixou até Dana White impressionado. O chefão da organização disse ter achado que o desafiante havia vencido o combate, mas descartou qualquer conspiração sobre uma preferência dos jurados por Jones.

"Quando começou o quinto round, eu tinha marcado 3 a 1 para Dominick Reyes. Meus filhos estavam incrédulos: 'como isso aconteceu, pai? Reyes venceu essa luta'. Um monte de gente tem me feito a mesma pergunta. Não é como se um monte de pessoas estivesse dizendo que foi roubou ou algo do tipo. Mas a realidade é: quem se importa? Não somos jurados. Nenhum de nós é. Os jurados marcaram, e é isso aí", disse Dana White, na entrevista coletiva depois da luta.

Jon Jones manteve o cinturão dos meio-pesados depois de vencer Reyes por decisão unânime dos jurados: 48-47, 48-47 e 49-46. A última marcação, que indicaria uma vitória de Jones em quatro rounds deixou o desafiante extremamente incomodado.

"Um dos jurados deu 49-46 para o Jones. Tipo, quem é você? Gostaria de ter uma conversa com você", disse Reyes, na entrevista coletiva.

A atuação de Reyes fez com que Dana White chamasse o desafiante de "futuro da divisão dos meio-pesados". No entanto, o chefão do UFC elogiou a maneira que Jones "sempre encontra um jeito de vencer".

"Jon Jones tem expectativas sobre ele, por causa de quem ele é e o que conquistou. Mas ele enfrentou um cara muito difícil e encontrou um jeito de vencer", completou.

MMA