PUBLICIDADE
Topo

MMA


Por que só se fala em outra luta de Jon Jones se a próxima vale cinturão?

Jon Jones dá risada durante entrevista coletiva para o UFC 247 - Jeff Bottari/Zuffa LLC
Jon Jones dá risada durante entrevista coletiva para o UFC 247 Imagem: Jeff Bottari/Zuffa LLC

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

06/02/2020 11h00

Jon Jones colocará seu cinturão dos meio-pesados do UFC em disputa neste sábado (8) contra Dominick Reyes. Apesar disso, a luta tem sido colocada em segundo plano nas entrevistas coletivas. Só se fala da próxima luta que o atual campeão fará.

Como Jon Jones já venceu quase todos os principais lutadores de sua divisão, a vitória sobre Reyes é tratada como questão de tempo. Sendo assim, o debate é se haverá uma superluta com Stipe Miocic, campeão dos pesados, ou Israel Adesanya, dono do cinturão dos médios.

A obsessão pelo próximo combate é tanta que o próprio Jon Jones tem feito mais "trash talk" com Adesanya do que com o próprio Reyes. Durante entrevista ao site "MMA Fighting" na terça-feira, o campeão disparou provocações ao nigeriano.

"Ele está assustado. É só isso. Quando ele diz que você tem que respeitar o jogo ou o jogo vai humilhar você, ele está falando sobre não lutar comigo agora porque ele está com medo. Quando você deixa um lutador como eu saber que não está preparado para lutar comigo hoje e deseja ter mais um ano para se preparar e tudo mais, isso me permite saber seu estado mental. É tudo o que preciso saber", cutucou.

Na mesma entrevista, Jon Jones admitiu que não vai conseguir evitar por muito tempo a subida para a categoria dos pesados. Com isso, o confronto contra Stipe Miocic é visto como iminente.

"É definitivamente uma possibilidade. Uma coisa que eu tenho certeza: subir ao peso-pesado me inspiraria em um nível diferente, pois haveria tantos elementos com os quais eu não estou familiarizado. Ganhando peso, permanecendo magro e forte. Principalmente o ganho de peso e a compreensão de como vou me sair e como vou passar para a divisão de peso mais alta (...) Existem muitos fatores com os quais não estou familiarizado que provavelmente me motivariam a insistir".

Apesar da confiança de uma vitória, Jon Jones enfrentará um rival ainda invicto na carreira. Aos 30 anos, Dominick Reyes venceu as seis lutas que fez pelo UFC, incluindo um triunfo sobre o ex-campeão dos médios Chris Weidman.

MMA