PUBLICIDADE
Topo

MMA


Cyborg se despede do UFC, mas alfineta Dana White: "Ninguém me liberou"

Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
Imagem: Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

05/08/2019 22h02

A vitória sobre Felicia Spencer no UFC 240 em 27 de julho foi a última luta de Cris Cyborg no UFC. Pelo menos, é o que diz a lutadora brasileira, que mandou uma indireta ao presidente do Ultimate.

"Estou muito feliz, Deus é fiel. Finalizei a era UFC e fiz minha última luta, isso quer dizer que ninguém me liberou. Juntos, tivemos a era EliteXC, a era Strikeforce, a era Invicta FC e era UFC, e todas foram de sucesso", comemorou Cyborg em texto publicado no Instagram.

A referência sobre não ter sido liberada é uma indireta a Dana White, que disse ter liberado Cyborg do contrato com o UFC. "Eu não tenho nada contra ela. Tudo isso é para evitar uma nova luta com a Amanda Nunes. É uma cortina de fumaça. Eu entendi a mensagem: vou liberá-la de seu contrato", disse o empresário ao canal oficial do Ultimate.

Cyborg indica que deve iniciar um novo passo na carreira, mas dá a entender que ainda não sabe qual será seu destino no MMA. Por enquanto, ela pede apenas para que os fãs fiquem atentos ao seu canal oficial do YouTube - até o momento da publicação deste texto, o vídeo mais recente publicado por ela ainda é do UFC 240 (veja abaixo)

"Começaremos uma nova era, em breve novidades. Ansiosa para saber onde vai ser a nossa próxima era! A Nação Cyborg já era gigante antes da era UFC mesmo tentando nos deletar, imagina agora que estaremos em um barco em que a nação Cyborg será bem-vinda. Vai ser só alegria!", completou a lutadora.

MMA