PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

STJD analisa punição a algoz de Demian por xingamentos ao Brasil

Colby Covington acerta soco no rosto de Demian Maia no UFC São Paulo - Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
Colby Covington acerta soco no rosto de Demian Maia no UFC São Paulo Imagem: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Karla Torralba

Do UOL, em São Paulo

30/10/2017 11h12

A procuradoria geral do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do MMA vai analisar uma possível punição ao norte-americano Colby Covington por xingamentos ao Brasil após vencer Demian Maia no UFC São Paulo no último final de semana. 

Em contato com o UOL, a procuradoria explicou que a atitude do lutador será analisada e que uma denúncia não foi descartada. Uma reunião geral sobre o evento em São Paulo será feita ainda nesta semana e então os procuradores do STJD-MMA definirão se apresentarão denúncia contra Covington. 

Colby Cavington xingou os brasileiros na entrevista após a luta. Ainda no octógono, o lutador disse que o "Brasil é um chiqueiro cheio de animais imundos". Durante a semana, o rival de Demian Maia já havia provocado bastante e a torcida chegou a vaiá-lo durante o combate. 

Com o ambiente mais calmo, o lutador afirmou ao site MMA Uno que os dizeres fazem parte da provocação comum no UFC e criticou que seja possível uma punição contra ele. 

"Eu acho ridículo. Eu não posso nem acreditar que estamos falando disso. Sonnen e Conor McGregor sempre falam coisas assim. Eles falam coisas homofóbicas e até racistas e eu não falei coisas assim”, comentou.

O rival de Demian Maia ainda relatou ameaças e xingamentos dos lutadores brasileiros contra ele após a luta. "Quando eu saí da luta, havia muitos brasileiros nervosos comigo. Todos os lutadores brasileiros estavam me xingando e falando que iam me matar. Até o Lyoto Machida falou. Ele disse que eu desrespeitei o Brasil e me xingou. Eu pensei: por que ele estava preocupado comigo sendo que lutaria logo depois”. 

MMA