PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Lineker faz projeção visando o título e diz que briga com balança é passado

John Lineker entra para a luta contra TJ Dillashaw, no UFC 207 - Christian Petersen/Getty Images
John Lineker entra para a luta contra TJ Dillashaw, no UFC 207 Imagem: Christian Petersen/Getty Images

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

24/10/2017 04h00

John Lineker chega ao UFC São Paulo tentando se recuperar da derrota para TJ Dillashaw. Diante de Marlon Vera, neste sábado (28), o brasileiro inicia uma ousada projeção visando o título dos galos do Ultimate: duas vitórias convincentes.

Quinto colocado no ranking dos galos do UFC, Lineker acredita que a derrota para Dillashaw não atrasou seus planos de conquistar o cinturão, “mas me deixou parado”. “Acredito que não tenha atrasado tanto. Uma luta bem convincente e mais uma luta, já me aproximo do título”.

O duelo com Dillashaw rendeu um maxilar quebrado a Lineker ainda no primeiro assalto. Por causa da lesão, o brasileiro precisou passar por uma cirurgia. Ele, contudo, afirma estar completamente recuperado. “Tive uma recuperação muito boa, não fiquei com nenhum tipo de receio de tomar soco na região. Até o médico falou que ia ficar melhor que o outro. Estou curado”.

No combate anterior ao com Dillashaw, Lineker voltou a ter problemas com a balança, algo que o acompanha desde a época em que atuava nos moscas. Mas a dificuldade, segundo o brasileiro, ficou no passado.

“Isso aí já é passado. Estou na categoria de cima, os galos, então é mais tranquilo. Estou bem tranquilo, mais forte. Antes ficava um pouco mais debilitado para treinar, mas agora estou tranquilo”, completou.

O duelo entre Lineker e o equatoriano Marlon Vera abrirá o card principal do UFC São Paulo, no ginásio do Ibirapuera. A luta principal da noite será entre o norte-americano Derek Brunson e o brasileiro Lyoto Machida.

MMA