PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Claudinha conta qual o caminho para voltar a disputar cinturão no UFC

Danilo Lavieri e Jorge Corrêa

Do UOL, em São Paulo

20/11/2016 04h23

Claudinha Gadelha não coloca o cinturão como a sua prioridade no momento, mas como um objetivo final dentro de um planejamento. Depois de vencer Courtney Casey no UFC em São Paulo na madrugada deste domingo, a brasileira explicou que pretende enfrentar Carla Esparza.

A norte-americana foi a primeira campeã do peso-palha, que hoje tem Joanna Jedrzejczyk como a dona do cinturão.

“Eu acho que o caminho mais fácil seria ela perder e eu lutar com essa pessoa que ganhar dela. Mas eu acho difícil alguém hoje ganhar da Joanna, ela é dominante. E eu quero muito lutar com a Carla Esparza, a primeira campeã peso palha do UFC. Eu luto com qualquer uma, já falei várias vezes para todos. Se eles me derem a Carla Esparza agora, ganhando dela, eu topo lutar pelo título”, afirmou Gadelha na entrevista coletiva.

“No UFC você precisa entrar sempre cauteloso, porque só a sigla está dizendo tudo. Tem os melhores lutadores do mundo e às vezes você entra displicente e é nocauteado. Todo mundo tem a perder a partir do momento. E lutar com menos ranqueado pior ainda. Mas eu acho que o foco é esse”, completou.

A vitória em cima de Casey ficou marcada por um possível chute ilegal vindo da brasileira. Gadelha desferiu um chute enquanto a norte-americana estava com três apoios. Aparentemente, no replay do telão, o pé dela apenas raspou na adversária, que alega ter sido atingida.

“Eu acho que o chute não pegou, mas eu dei um chute na hora que eu não podia, então eu pedi desculpa de qualquer jeito”.

MMA