PUBLICIDADE
Topo

MMA


UFC confirma Ronda x Bethe no Rio e rivais se provocam

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

20/03/2015 14h41

Depois de fazer mistério e de trazer Ronda Rousey para o Brasil na surdina, o UFC confirmou que a campeã peso galo da organização fará sua primeira luta de MMA no Brasil. Ela vai encarar a paraibana Bethe Correia, valendo o cinturão no dia 1 de agosto, pelo UFC 190, na Arena HSBC – palco de outras disputas de título do evento, como as de Anderson Silva e José Aldo.

Na primeira encarada entre elas, a tensão se mostrou presente, e Dana White precisou se meter no meio delas para que não se tocassem.

Ambas as lutadoras estão invictas, e mesmo Bethe sendo apenas a sétima do ranking, conseguiu na base da provocação chamar a atenção da campeã, do UFC e do público, para ganhar uma chance pelo título.

O anúncio do UFC se deu no Maracanãzinho, no mesmo evento em que se esperava “apenas” que José Aldo e Conor McGregor ficassem frente a frente pela primeira vez. Eles se enfrentam em Las Vegas, em julho, pelo UFC 189.

“Eu prometi a vocês que viria ao Brasil. Vou fazer Bethe encontrar Jesus. Vou divertir vocês enquanto dou um corretivo nela. Eu preciso de paixão e esse é o país com mais paixão que eu já vi. Não quero apenas ganhar dela, quero que ela saia envergonhada da arena. E a melhor coisa a se fazer é vencer ela aqui”, provocou Ronda.

Nova desafiante ao cinturão, Bethe admitiu que Ronda tem torcedores no Brasil, mas disse acreditar que o público a apoiará na hora da luta. “Sei que o Brasil vai me apoiar. Lógico que ela tem fãs em todo o mundo, mas estou representando os brasileiros. Tenho certeza que ela vai sentir a pressão da torcida”.

A torcida, no entanto, pareceu estar bem dividida. Ao final da coletiva, a norte-americana "foi para a galera". Durante um bom tempo, Ronda tirou foto com os fãs brasileiros.

Ronda e Bethe já vinham se provocando, principalmente pelo fato de a brasileira ter vencido duas companheiras de treino da norte-americana e pedido pela disputa de cinturão com veemência.

A campeã mostrou interesse no combate depois de vencer Cat Zingano, e já tinha afirmado a Dana White que poderia enfrentar Bethe no Brasil.

Bethe recentemente afirmou ao MMA Fighting: “Bati em suas amiguinhas nos Estados Unidos, uma delas em sua casa, por isso é uma chance de Ronda tentar vingar as derrotas delas. Ronda ficou chateada porque bati em suas amigas na sua frente. Espero que Ronda tenha sido uma boa amiga, que apoiou suas amigas quando eu venci delas, porque ela vai precisar de ombros para chorar quando eu bater nelas.”

Durante a coletiva, Ronda respondeu sobre as vitórias de Bethe sobre suas amigas. “Ela desrespeitou minhas amigas e elas são como minha família. Se você desrespeitar minha família, você está f...”.

A norte-americana tem 11 triunfos na carreira, e Bethe, nove. Ronda finalizou Cat Zingano no UFC 184, em fevereiro, vencendo em apenas 14 segundos. Já Bethe vem de vitória por nocaute contra Shayna Baszler.

MMA