PUBLICIDADE
Topo

MMA


Falastrão irlandês vence por nocaute e pula grade para desafiar Aldo

Do UOL, em São Paulo

19/01/2015 03h14

Conor McGregor mandou seu recado para José Aldo na madrugada deste domingo (18). O irlandês falastrão mostrou ser muito mais que apenas bom de papo. Venceu Dennis Siver por nocaute na luta principal do UFC Fight Night Boston e se colocou como desafiante do brasileiro pelo cinturão dos pesos pena.

"Vou acabar com ele de qualquer maneira. Ele está falando muito, mas não é só falar. Sou o melhor dessa divisão e vou ganhar o cinturão. Vou tirar o cinturão dele, estou aqui para isso", disse o irlandês após o combate.

Convidado pela organização, Aldo compareceu ao evento e assistiu a vitória de McGregor da primeira fila. O brasileiro também entrou na onda de provocações e, antes do combate, posou para fotos fantasiado de rei e exibindo um cartaz em que chamava o irlandês de bobo da corte.

A resposta veio logo após a vitória do irlandês. McGregor saiu do octógono pulando a grade e avançou sobre Aldo, provocando o brasileiro a enfrenta-lo. O atual campeão apenas sorriu diante do provável futuro adversário. Mais um capítulo de uma longa troca de farpas entre os dois lutadores nos últimos meses.

McGregor é um dos novos ‘queridinhos’ da organização do UFC. Um dos donos do evento o chamou de ‘Mohammad Ali irlandês’. Já Dana White afirmou que ele deve fazer a principal luta do ano diante de Aldo. O combate tem sido cogitado para ocorrer em um estádio do Brasil ou da Irlanda.

O irlandês chegou a sua quinta vitória em cinco lutas no UFC, sendo três delas por nocaute no primeiro round. Ao todo são 15 nocautes em uma carreira de 16 vitórias e duas derrotas.

Com direito a muita provocação, McGregor castigou o rosto do adversário no primeiro round. Variou bem os golpes na trocação, alternando chutes altos e socos diretos. Acuado, Siver tentou levar o confronto para o chão, mas sem sucesso.

O nocaute veio no segundo round. McGregor acertou um cruzado de esquerda que derrubou o rival. O irlandês montou sobre o rival e golpeou até a luta ser interrompida. A partir daí, foi só provocações a Aldo.

Cerrone vence Henderson

Apenas 15 dias depois de derrotar Myles Jury, Donald Cerrone entrou novamente no octógono para uma luta pelo UFC. E mais uma vez saiu com a vitória. Desta vez a vítima foi o ex-campeão dos pesos leve Ben Henderson, derrotado por decisão unânime dos juízes.

Foi o terceiro combate entre os dois lutadores, que já haviam se enfrentado no WEC – com dois triunfos de Henderson. A história desta vez foi diferente e confirma o momento ruim do ex-campeão, que acumulou sua segunda derrota consecutiva. Já Cerrone chegou a sua sétima vitória seguida.

Chamado para ‘cobrir buraco’ após a lesão de Eddie Alvarez, Cerrone não decepcionou e travou um duelo aberto contra Henderson. Os dois apostaram na trocação e fizeram um combate equilibrado. A decisão dos juízes deixou o ex-campeão indignado e pedindo para voltar o mais rápido possível ao octógono.

Confira os resultados do UFC Fight Night de Boston:

Card Principal
Peso pena: Conor McGregor vence Dennis Siver por nocaute
Peso leve: Donald Cerrone vence Ben Henderson por decisão unânime
Peso médio: Uriah Hall vence Ron Stallings por nocaute técnico
Peso leve: Gleison Tibau vence Norman Parke por decisão dividida

Card Preliminar
Peso meio-médio: Cathal Pendred vence Sean Spencer por decisão unânime
Peso meio-médio: Lorenz Larkin vence John Howard por nocaute técnico
Peso meio-médio: Chris Wade vence Zhang Lipeng por decisão unânime
Peso mosca: Patrick Holohan vence Shane Howell por decisão unânime
Peso leve: Johnny Case vence Frank Perez por nocaute técnico
Peso pena: Charles Rosa vence Sean Soriano por finalização
Peso meio-pesado: Sean O'Connell vence Matt Van Buren por nocaute técnico
Peso mosca: Joby Sanchez vence Tateki Matsuda por decisão dividida

MMA