PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Lyoto vence Henderson em decisão dividida e voltará a disputar cinturão dos meio-pesados do UFC

Do UOL, em São Paulo

24/02/2013 01h52

Em uma luta muito parelha, em que o brasileiro se complicou em alguns momentos, Lyoto Machida manteve seu estilo e conseguiu uma importante vitória sobre o veterano Dan Henderson no penúltimo combate do UFC 157. Mesmo sob vaias, ele conseguiu vencer por pontos, mas apenas em decisão dividida dos juízes de cadeira.

Agora, se for mantido o que o presidente Dana White prometeu nos últimos dias, o brasileiro vai para a disputa do cinturão dos meio-pesados, que já foi seu. Ele vai pegar o vencedor do combate entre o campeão Jon Jones e Chael Sonnen, que se enfrentam em abril no UFC 159. Machida pegou Jon Jones em 2011, mas acabou finalizado.

"Henderson é um grande lutador, foi uma grande oportunidade. Queria manter a luta em pé e consegui. Fiquei surpreso com a decisão dividida, achei que era unânime, mas ele me derrubou no terceiro round e acho que foi por isso. Dominei o primeiro e o segundo round. Queria agradecer a presença de todos e pedir desculpas se a luta não foi tão boa, mas queria trazer um grande combate", disse o lutador ao final do combate.

A luta começou no melhor estilo Lyoto Machida, com o brasileiro medindo a distância, esperando a hora certa de contra-atacar. Com isso, Henderson acertou bons golpes nos primeiros cinco minutos de combate, o que deu para ele a vitória para um dos juízes. Outros dois deram para o brasileiro, que ainda conseguiu uma boa queda.

Já o período seguinte foi todo de Machida, que finalmente achou o tempo certo de atacar e machucou bastante o rosto do veterano. Seus diretos começaram a entrar na guarda do adversário e os chutes estavam eficientes.

O terceiro round foi o mais complicado para Lyoto. Henderson acertou o tempo de um golpe do brasileiro e o levou para o chão, ficando por cima por mais de um minuto. Mas Machida conseguiu travar bem o combate de solo, confirmando a vitória por pontos.

Card Principal
Ronda Rousey finalizou Liz Carmouche (chave de braço) a 4min49 do 1º round
Lyoto Machida venceu Dan Henderson por pontos, em decisão dividida dos juízes
Urijah Faber finalizou Ivan Menjivar (mata-leão) a 4min34 do 1º round
Court McGee venceu Josh Neer por pontos, em decisão unânime dos juízes
Robbie Lawler nocauteou Josh Koscheck a 3min57 do 1º round


Card Preliminar
Brendan Shaub venceu Lavar Johnson por pontos, em decisão unânime dos juízes
Michael Chiesa finalizou Anton Kuivanen (mata-leão) a 2min29 do 2º round
Dennis Bermudez venceu Matt Grice por pontos, em decisão dividida dos juízes
Sam Stout venceu Caros Fodor por pontos, em decisão dividida dos juízes
Kenny Robertson finalizou Brock Jardine (chave de joelho) a 2min57 do 1º round
Jon Manley venceu Neil Magny por pontos, em decisão unânime dos juízes
Nah-Shon Burrell venceu Yuri Villefort por pontos, em decisão unânime dos juízes

 

MELHORES MOMENTOS DO UFC 157

MMA