PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Campeãs mundiais de handebol desembarcam com pandeiro e choro de fã

Luis Paulo Montes

Do UOL, em São Paulo

24/12/2013 08h34

A seleção brasileira feminina de handebol, que conquistou no último domingo o título inédito do Mundial, chegou nesta terça-feira ao Brasil sob gritos de “é campeão” e muita festa da torcida.

O avião com as campeãs do mundo pousou no Aeroporto Internacional de Guarulhos às 7h19, vindo da Itália, onde as jogadoras fizeram uma conexão após um voo que chegou da Sérvia, onde a competição foi disputada.

Na chegada, a capitã Dara falou ao Sportv e disse que o técnico Morten Soubak foi fundamental ao colocar para o time que a conquista deveria ser alcançada dia após dia. "A gente foi vaiado, depois aplaudido pela torcida. Foi demais, é inesquecível. Só um pouco do verde e amarelo lá em cima (na torcida) para motivar. Depois da Hungria, a gente pegou o impulso que faltava, porque batemos um adversário medalhista olímpico e mundial", disse.

No aeroporto, muitos fãs se prepararam para receber a seleção uniformizados com a camisa do handebol brasileiro. Uma verdadeira festa com pandeiro, apitos, e muito samba tomou conta do saguão. Após a chegada, as jogadoras entraram no ritmo e também brincaram com os pandeiros.

Uma das torcedoras chegou a chorar de emoção com a proximidade da chegada das campeãs. “É muito bom ver o handebol dessa maneira, são todas uma heroínas. O meu choro é de emoção, quero que elas cheguem logo para eu poder vê-las”, disse Bruna Gomes Ferreira, de 20 anos, que é praticante da modalidade desde os 13 e joga em Diadema.

O desembarque em São Paulo contou com a presença de apenas uma família de jogadora. A mãe de Mariana Costa veio de Piracicaba, no interior paulista, para receber a filha. As demais integrantes do elenco campeão mundial são de outros estados e ainda farão conexões durante esta terça-feira para reencontrar as famílias.

Esporte