PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Polícia descarta possibilidade de Tiger Woods ser incriminado pelo acidente

Carro de Tiger Woods precisou ser guinchado após acidente - GENE BLEVINS/REUTERS
Carro de Tiger Woods precisou ser guinchado após acidente Imagem: GENE BLEVINS/REUTERS

Do UOL, em São Paulo

25/02/2021 09h32

O xerife do condado de Los Angeles descartou a possibilidade de incriminar o jogador de golfe Tiger Woods pelo acidente de carro que ele sofreu na última terça-feira (23).

"Uma acusação de condução imprudente tem muitos elementos, isso foi simplesmente um acidente", disse o xerife Alex Villanueva a imprensa.

Além disso, não há evidência de que Woods fez uso de drogas ou álcool antes do acidente. "Ele não estava bêbado. Podemos descartar essa hipótese", disse o xerife, ontem.

Segundo o site TMZ, a polícia de Los Angeles decidiu não pedir exame de sangue para o atleta por identificar, durante o resgate, que ele aparentava estar sob controle de suas ações. É preciso de um mandado para coletar a amostra de sangue no país.

O acidente

O jogador de golfe Tiger Woods foi levado ao hospital após um grave acidente de carro em Los Angeles, na Califórnia. Segundo informações divulgadas pela polícia local, Woods era o único ocupante do veículo.

O carro ficou destruído, e o Corpo de Bombeiros precisou utilizar ferramentas de resgate para conseguir retirar Woods das ferragens. A causa do acidente ainda está sendo investigada.

Ao jornalista Darren Rovell, o agente de Tiger Woods, Mark Steinberg, afirmou que o atleta sofreu "lesões múltiplas nas pernas", e deve passar por cirurgia.

Esporte