PUBLICIDADE
Topo

Esporte

"Poderia ter morrido", diz torcedora que perdeu visão de um olho em torneio

Corine Remande foi acertada por uma bola de golfe e perdeu a visão do olho direito - AP Photo/Francois Mori
Corine Remande foi acertada por uma bola de golfe e perdeu a visão do olho direito
Imagem: AP Photo/Francois Mori

Do UOL, em São Paulo (SP)

04/10/2018 08h48

A torcedora Corine Remande falou pela primeira vez desde o acidente ocorrido na Ryder Cup, na semana passada. Depois de receber uma bolada que tirou a sua visão do olho direito, a francesa destacou a gravidade da lesão e como poderia ter encarado um problema ainda pior.

“Poderia ter morrido. É muito agradável estar em um campo de golfe, ver os jogadores. Espero que este terrível acidente melhore a segurança do público”, declarou, em entrevista à BBC News.

Corine Remande foi diagnosticada com uma fratura da órbita direita e uma explosão no globo ocular. A torcedora espera que o acidente sirva de alerta para o circuito de golfe, principalmente na questão da relação com o público.

“Há uma grande responsabilidade dos organizadores. O comissário de prova não lançou um grito de alerta aos espectadores quando viu que a bola do jogador iria na direção do público”, reclamou.

A francesa sofreu com a bolada no tradicional torneio em que os golfistas se dividem em uma equipe dos Estados Unidos contra outra da Europa. O acidente ocorreu depois de tacada do norte-americano Brooks Koepka.

A competição teve como palco o Le Golf National, em San-Quentin-em-Yvelines, próximo de Paris, e terminou com vitória dos europeus por 17,5 a 10,5.

Esporte