! Cidades brasileiras preparam festa para o momento da decisão - 30/10/2007 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

30/10/2007 - 07h29

Cidades brasileiras preparam festa para o momento da decisão

Leandro Canônico
Em Zurique (Suíça)
Além de representantes de 12 candidatas a sede estarem em Zurique para acompanhar a decisão da Fifa sobre a Copa do Mundo de 2014 no Brasil, algumas cidades candidatas terão eventos especiais nesta terça-feira. São os casos de Brasília, Belo Horizonte, Manaus, Rio de Janeiro e São Paulo.

Todas elas, aliás, estão entre as favoritas para se tornarem sedes da Copa do Mundo. À exceção de Manaus, que ganha força nessa reta final de campanha e vai até ter participação na exposição à Fifa da candidatura, as outras capitais foram visitadas in loco pela comitiva de inspeção no último mês de agosto.

Em Belo Horizonte, representada na Suíça pelo governador Aécio Neves, a festa será na Praça da Liberdade. No local, os torcedores mineiros poderão acompanhar o anúncio da Fifa. O logo "Brasil 2014" vai dar o tom da decoração na festa.

Na capital federal, Brasília, os torcedores vão se concentrar em frente à Estação Rodoviária. O governador José Roberto Arruda, que está em Zurique, trava batalha política com São Paulo para ter a abertura da competição em 2014.

Os paulistas, aliás, lançarão um balão gigante e farão um concerto no Teatro Municipal em homenagem ao anúncio. O governador José Serra está na Suíça e é um dos mais fortes no jogo de interesses para ser sede do Mundial.

Outra cidade forte, o Rio de Janeiro terá eventos em três pontos tradicionais da cidade: estádio do Maracanã, Pão de Açúcar e Cristo Redentor. O representante do estado na Suíça é o governador Sérgio Cabral. Por fim, em Manaus, os torcedores poderão se reunir em frente ao Teatro Amazonas. Eduardo Braga está em Zurique.

Outros sete governadores de estado estão na Suíça para o evento: Binho Marques, do Acre, Jacques Wagner, da Bahia, Cid Gomes, do Ceará, Alcides Rodrigues, de Goiás, Blairo Maggi, do Mato Grosso, Ana Lúcia Carepa, do Pará, e Eduardo Campos, de Pernambuco. Seis estados não têm representantes na Europa.

São eles: Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Norte e Alagoas.

Hospedagem: UOL Host