! Para santistas, retranca do Bragantino justifica empate - 14/04/2007 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  14/04/2007 - 20h59
Para santistas, retranca do Bragantino justifica empate

Da Redação
Em São Paulo

Os jogadores do Santos não demoraram a encontrar uma justificativa para o fraco desempenho da equipe no empate sem gols diante do Bragantino na noite deste sábado, no Pacaembu. Para os atletas, a retranca do clube interiorano impediu que o poderio ofensivo santista - o melhor do Campeonato Paulista até aqui com 45 gols marcados - pudesse funcionar.

"Eles vieram com muita gente atrás e é difícil você penetrar. Tiveram essa proposta. O Santos é uma equipe que toca muito bem a bola, e eles acabaram dificultando isso. Os jogadores de marcação do Bragantino dificultaram demais o desenvolvimento das nossas jogadas. A equipe deles estava muito bem postada defensivamente", disse o meia Zé Roberto.

Assim como Cléber Santana, Zé Roberto encontrou muita dificuldade para repetir as boas atuações de partidas anteriores. Luxemburgo ainda colocou Rodrigo Tabata e Pedrinho para ajudar na armação, mas não adiantou. "Pode até ser que o resultado não foi o que esperávamos, mas fica difícil jogar com uma equipe que fica inteira atrás", disse Pedrinho.

O Santos ainda pôde, desde os 17 minutos do segundo tempo, atuar com um jogador a mais em campo, já que o zagueiro Luis Henrique foi expulso após receber seu segundo cartão amarelo. No entanto, a superioridade numérica não ajudou ao time da Vila que, embora conseguisse pressionar o adversário nos minutos finais, continuou sem criatividade e esbarrando na defesa de Bragança.

"Não conseguimos aproveitar o fato de jogarmos com um atleta a mais porque depois que um deles [Bragantino] foi expulso, eles recuaram os atacantes, e aí ficou mais difícil ainda", falou o atacante Rodrigo Tiuí.

"Em tese você tendo uma vantagem numérica é favorecido, mas eles se fecharam e jogaram com duas linhas de quatro. Então não mudou muita coisa, porque eles continuaram com a defesa composta", completou o zagueiro Adaílton.

Agora, o Santos pode até passar em branco novamente, mas desde que também não seja vazado. Dono de melhor campanha na primeira fase, o clube da Vila Belmiro avança à decisão do Estadual se houver novo empate no jogo da volta, que será disputado no próximo domingo, às 16h, no Morumbi.

Campeonato Paulista
Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias