! Corinthians terá que pagar R$ 2 milhões ao argentino Passarella - 15/02/2007 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  15/02/2007 - 08h06
Corinthians terá que pagar R$ 2 milhões ao argentino Passarella

Marcius Azevedo
Em São Paulo

Após ser condenado no caso envolvendo o atacante Nilmar, sendo obrigado a pagar os oito milhões de euros ao Lyon pela transferência do jogador, o Corinthians sofreu outra derrota na Fifa. A entidade decidiu em favor do técnico Daniel Passarella na ação que o argentino moveu contra o clube em 2005.

O Corinthians, que será notificado da decisão nesta quinta-feira, terá que pagar ao atual treinador do River Plate cerca de R$ 2 milhões.

O processo começou há dois anos, quando o técnico foi demitido depois da eliminação nas oitavas-de-final da Copa do Brasil para o Figueirense e ainda perder o clássico para o rival São Paulo por 5 a 1.

Arquivo/Folha Imagem
Daniel Passarella deixou o Corinthians após passagem relâmpago de apenas dois meses
Passarella, que tinha contrato até fevereiro de 2006, deixou o posto após dois meses no cargo e decidiu entrar com uma ação na Comissão do Estatuto do Jogador da Fifa exigindo o pagamento de sua rescisão contratual, baseado no contrato internacional que ele firmou com o Corinthians, já que, pela entidade, são discutidos apenas litígios entre clubes e funcionários de países diferentes.

À época, Corinthians e MSI, que ainda viviam uma relação próxima, alegaram que Passarella não foi contratado só para ser treinador, argumentando que o acordo previa outras atribuições, como a de atuar na função de consultor internacional do clube.

Até ofereceram um novo cargo ao argentino, assim ele continuaria recebendo seu salário de R$ 335 mil mensais, mas ele recusou tal oferta.

Os advogados do treinador, Mário Waismann e Daniel Crespo, até concordaram com a alegação, mas que as demais funções estavam vinculadas à permanência como técnico da equipe profissional.

A princípio, Passarella cobrava R$ 3,6 milhões do Corinthians, mas, durante o processo, segundo os advogados do argentino, o clube "pagou alguma coisa".

Agora, o Corinthians poderá recorrer da decisão no Tribunal Arbitral de Esportes da Fifa.

No entanto, se for mantida a punição, o clube poderá perder pontos e até ser rebaixado no Campeonato Brasileiro caso não efetue o pagamento.

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias