! Francisco Alex e Caiuby chegam como 'apostas' do São Paulo - 05/01/2007 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  05/01/2007 - 18h30
Francisco Alex e Caiuby chegam como 'apostas' do São Paulo

Carlos Padeiro
Em São Paulo

Tímidos no meio de tantos jornalistas, câmeras e microfones durante a apresentação de quatro reforços no São Paulo, os jovens Francisco Alex e Caiuby foram contratados após se destacarem pela Ferroviária, campeã da Copa Federação Paulista de Futebol em 2006.

Folha Imagem
(Da esq. p/ a dir.) Francisco Alex, Borges, Hugo e Caiuby são apresentados no tricolor
O técnico Muricy Ramalho considera as duas aquisições uma "aposta" do clube e quer observá-los bem antes de aproveitá-los na equipe. "Só vi eles jogarem uma vez. Eles são jovens e aqui [no São Paulo] têm que provar dentro de campo", comentou.

Os dois jogadores começam o ano treinando no CT de Cotia, com a delegação que embarca para uma excursão na Índia entre os dias 23 de janeiro e 12 de fevereiro. O time será comandado pelo técnico Silva, que faz parte das categorias de base do clube, e terá alguns atletas que atuaram no ano passado, como Rodrigo Fabri e o zagueiro Carlinhos.

"A primeira experiência com eles [Francisco Alex e Caiuby] será na Índia em cinco partidas", informou Murciy. "Mas eles também vão participar de uns jogos-treinos aqui [no CCT da Barra Funda] para eu poder vê-los melhor", concluiu. Segundo o comandante, o São Paulo deve realizar três amistosos antes da estréia no Campeonato Paulista, no dia 18 de janeiro, contra o Sertãozinho, no interior do estado.

Enquanto isso, os jovens que vieram da Ferroviária de Araraquara se acostumam com "a nova realidade", como definiu Francisco Alex, maranhense de 23 anos que assinou com o atual campeão brasileiro por quatro temporadas.

"[O dia-a-dia] já mudou bastante, porque ficamos conhecidos e o assédio é maior", disse Francisco Alex. "Minha família está feliz, é um sonho jogar no São Paulo", acrescentou o meia, que foi recebido pelo capitão Rogério Ceni. "Ele disse que meu nome vai ficar só Alex".

Mais acanhado e de poucas palavras, o companheiro Caiuby, paulistano de 18 anos e com contrato de quatro meses, chamou a atenção pela semelhança com Edgar, que compôs o elenco tricolor em 2006. "Já fizeram bastante brincadeiras desde o dia que cheguei para os exames médicos. Os roupeiros disseram: 'o Edgar voltou'", contou o atacante.

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias