! Fifa tira gol de Leônidas e altera artilharia da Copa de 1938 - 10/11/2006 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  10/11/2006 - 17h57
Fifa tira gol de Leônidas e altera artilharia da Copa de 1938

Da Redação*
Em São Paulo

A Fifa anunciou em seu website oficial nesta sexta-feira uma série de revisões de estatísticas nos primórdios da história das Copas. Motivada por levantamentos de pesquisadores independentes, a entidade resolveu retirar um gol do brasileiro Leônidas da Silva no Mundial de 1938, na França.

Arquivo/Folha Imagem
Leônidas da Silva perde um gol nos registros da Copa do Mundo de 1938
PERFIL DE LEÔNIDAS DA SILVA
HISTÓRIA DA COPA DO MUNDO DE 1938
Oficialmente, Leônidas agora soma sete gols na Copa de 1938, em que a seleção brasileira terminou com a terceira colocação. Mesmo assim, segue como artilheiro do Mundial, pois o segundo colocado na relação, o húngaro Gyula Zsengeller, soma seis gols.

Novos levantamentos de historiadores levaram à conclusão de que Leônidas marcou apenas uma vez na partida de quartas-de-final contra a Tchecoslováquia, no jogo de desempate. Registros controversos anteriores apontavam dois gols do brasileiro nesse encontro.

Mesmo antes da decisão da Fifa, registros da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) já apontavam que o segundo gol brasileiro na vitória sobre os tchecos no desempate de quartas-de-final teria sido de Roberto, então jogador do São Cristovão, clube do Rio de Janeiro.

Com a revisão estabelecida para os números do Mundial de 1938, Leônidas tem como confirmado gols em quatro partidas: três na vitória sobre a Polônia (6 a 5), um no empate com a Tchecoslováquia (1 a 1), mais um na vitória sobre os mesmos tchecos (2 a 1) e finalmente dois no triunfo sobre a Suécia (4 a 2) na decisão de terceiro lugar.

Leônidas da Silva, morto em 2004, é o primeiro da lista de três brasileiros que conseguiram a façanha de liderar a artilharia de uma Copa. Depois do artilheiro, conhecido por difundir a jogada de "bicicleta", vieram Ademir de Menezes (1950) e Ronaldo (2002).

O mesmo informe oficial da Fifa divulgado nesta sexta também se retratou quanto ao primeiro jogador a marcar três gols numa mesma partida de Copa. O feito agora pertence ao norte-americano Bert Patenaude, em vitória de sua seleção sobre o Paraguai no primeiro Mundial, em 1930.

*atualizada às 18h52


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias