! Nostalgia acompanha os brasileiros nas oitavas - 21/04/2006 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  21/04/2006 - 01h12
Nostalgia acompanha os brasileiros nas oitavas

Guilherme Costa
Em São Paulo

As oitavas-de-final da Copa Libertadores de 2006, que começarão na próxima quarta-feira, terão sentido nostálgico para quatro equipes brasileiras. Na primeira fase do mata-mata, Corinthians, Internacional, Palmeiras e São Paulo vão rever rivais que marcaram suas trajetórias no torneio continental. (Veja ao fim do texto a chave completa da fase final da Libertadores).

 OITAVAS-DE-FINAL 
 VÉLEZ X NEWELL'S  
  SANTA FÉ X CHIVAS 
 SÃO PAULO X PALMEIRAS 
 GOIÁS X ESTUDIANTES 
 INTER X NACIONAL 
 A. NACIONAL X LDU  
 CORINTHIANS X RIVER  
 LIBERTAD X TIGRES  
O Corinthians vai enfrentar nas oitavas o River Plate, seu algoz na última participação alvinegra na Libertadores. Em 2003, também nas oitavas-de-final, o time paulista sofreu duas derrotas, ambas por 2 a 1 (no Monumental de Nuñez e no Morumbi) e foi eliminado precocemente.

A eliminação diante do River, aliás, foi traumática para o Corinthians. Assim como nesta temporada, o segundo jogo de 2003 aconteceu em São Paulo. O time da casa foi apoiado por 66.666 pagantes no Morumbi, mas perdeu por 2 a 1 e ainda viu o lateral-esquerdo Roger, que foi expulso, ser crucificado pelos torcedores.

O embate de 2003, contudo, não é o único motivo de nostalgia no confronto entre Corinthians e River. O time argentino é dirigido por Daniel Passarella, que teve passagem frustrada pelo Parque São Jorge na temporada passada e saiu depois de a equipe ter sido goleada por 5 a 1 para o São Paulo no Campeonato Brasileiro.

Além disso, o Corinthians conta com um ex-ídolo e um ex-oponente do River em seu elenco. O time paulista tem o volante Mascherano, que foi revelado por seu rival nas oitavas-de-final da Libertadores e foi titular da equipe argentina na competição do ano passado, além do atacante Tevez, que brilhou com a camisa do Boca Juniors no início de sua carreira.

SÃO PAULO VENCE

O São Paulo terminou a primeira fase da Libertadores como líder. A equipe tricolor ganhou do Caracas, no Morumbi, por 2 a 0 e contou com tropeço do Chivas, que só empatou com o Cienciano, na Cidade do México, por 0 a 0. O resultado, obtido com gols de Danilo e Rogério Ceni, de pênalti, deixou o São Paulo com 12 pontos, mesmo número do time mexicano, que teve saldo de gols inferior. Leia mais.
Só que o Corinthians não será o único brasileiro a entrar em campo nas oitavas-de-final da Libertadores com lembranças latentes. Os resultados da fase de grupos determinaram um emparelhamento entre São Paulo e Palmeiras, dois times que se enfrentaram na mesma fase do torneio do ano passado.

Em 2005, o São Paulo conseguiu a vaga com duas vitórias (1 a 0 e 2 a 0) e abriu caminho para conquistar a Libertadores pela terceira vez em sua história. "É claro que foi uma situação positiva para a nossa equipe, mas a situação é completamente diferente. O Palmeiras tem muita qualidade e precisamos ter atenção total", cobrou o goleiro Rogério Ceni, capitão da equipe tricolor.

O duelo da temporada passada não foi o único entre São Paulo e Palmeiras na Libertadores. Em 1974, as duas equipes se enfrentaram na primeira fase e o time do Morumbi conseguiu dois triunfos (2 a 0 e 2 a 1), resultados que contribuíram para a eliminação precoce do clube alviverde na competição.

Os dois times paulistas voltaram a se encontrar na Libertadores em 1994, nas oitavas-de-final. Após um empate por 0 a 0 no primeiro duelo, o São Paulo venceu por 2 a 1 a partida decisiva e avançou.

"O Palmeiras não passa por um momento positivo, mas o jogo é um clássico e tudo pode acontecer. Não podemos achar que alguma coisa já esteja decidida. O negócio é trabalhar da mesma forma e não confiar no que aconteceu nos anos anteriores", discursou o lateral-esquerdo Júnior, do São Paulo.

Outro brasileiro que fará um confronto cheio de lembranças nas oitavas-de-final da Libertadores é o Internacional. O time gaúcho terá pela frente o Nacional do Uruguai. Os dois clubes estiveram no mesmo grupo na fase inicial do torneio continental e os colorados se deram melhor (somaram 14 pontos, contra nove dos rivais).

A relação entre Internacional-RS e Nacional, contudo, não se limita à fase de grupos deste ano. As duas equipes protagonizaram a decisão da Libertadores em 1980 e os uruguaios ficaram com o título com um empate por 0 a 0 em Porto Alegre e um triunfo por 1 a 0 em Montevidéu.

As novidades
Entre os times brasileiros, apenas um terá uma novidade pela frente. O Goiás, estreante em Copa Libertadores, enfrentará o Estudiantes, da Argentina, que se classificou em segundo lugar no Grupo 2.

Na fase de grupos, o time esmeraldino teve outro argentino pela frente. O Newell's Old Boys fez parte da chave do Goiás e o saldo brasileiro foi positivo: vitória por 3 a 0 no Serra Dourada e empate sem gols em Rosario.

Outro brasileiro que destoou do restante do grupo foi o Paulista, único que não conseguiu avançar às oitavas-de-final da Libertadores. A equipe de Jundiaí apenas empatou por 0 a 0 com o El Nacional nesta quinta-feira e viu as vagas de seu grupo ficarem com Libertad e River Plate.

Final brasileira
A definição dos confrontos das oitavas-de-final da Libertadores ainda suscitou a possibilidade de mais uma decisão entre equipes verde-amarelas. No ano passado, o primeiro em que dois clubes de um mesmo país puderam fazer a final, São Paulo e Atlético-PR disputaram a taça e o time tricolor saiu vitorioso.

Em 2006, o vencedor do confronto entre São Paulo e Palmeiras enfrentará Goiás ou Estudiantes nas quartas-de-final. E Corinthians e Internacional-RS, caso avancem, só se cruzarão nas semifinais.

No entanto, São Paulo, Palmeiras e Goiás não podem enfrentar Corinthians ou Inter antes da decisão da Copa Libertadores de 2006.


Oitavas-de-final
Quartas-de-final
Semifinais
Final
Vélez Sarsfield
X
Newell's Old Boys
Independiente Santa Fé
X
Chivas
São Paulo
X
Palmeiras
Goiás
X
Estudiantes
Inter
X
Nacional
Atlético Nacional
X
LDU
Corinthians
X
River Plate
Libertad
X
Tigres

 
X
 
 
X
 
 
X
 
 
X
 

 
X
 

 
X
 

 
X
 






























Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias