! Atual campeão, Inter larga no Gaúcho com favoritismo - 11/01/2006 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  11/01/2006 - 10h01
Atual campeão, Inter larga no Gaúcho com favoritismo

Do Pelé.Net
Em Porto Alegre

O Campeonato Gaúcho 2006 começa com um favorito indiscutível: o Sport Club Internacional. O Colorado, clube que mais vezes conquistou a competição - 37 vezes, em 85 edições - é o atual tetracampeão e parte em busca do penta consecutivo com a base do time que foi vice-campeão brasileiro de 2005. Além disso, embora a diretoria tenha anunciado que seria necessário vender um de seus principais destaques, para poder manter salários em dias neste ano, até agora nenhum dos titulares que garantiram vaga ao clube na Libertadores da América deixou o Beira-Rio.

Reuters
Reuters
Internacional, do atacante Rafael Sóbis, começa o Estadual com o rótulo de favorito
A torcida se entusiasma porque, melhor do que isso, chegaram alguns reforços importantes, o que teoricamente deixa um grupo que já era qualificado, melhor ainda. O zagueiro Fabiano Eller, que estava na Turquia, por solicitação do novo técnico Abel Braga, vem para comandar sistema defensivo. Daniel Marques, outro zagueiro, também chegou para o clube, trocado com o Palmeiras pelo meia Ricardinho. O atacante Léo, do Paulista de Jundiaí, e o lateral-direito Ari, do Bahia, foram outros dois reforços, mas esses, pelo menos a princípio, não têm chances de ganhar vaga no time titular.

O sorteio feito pela Federação Gaúcha de Futebol parece ter levado em conta esse poderio do Inter, tanto que o clube caiu na chave mais forte das três da primeira fase. A chave 1 tem, além do atual tetracampeão, o 15 de Novembro, contra o qual o Inter fez as finas dos campeonatos de 2005, 2003 e 2002, e a Ulbra, adversária na decisão de 2004. O Caxias, um dos grandes da Serra gaúcha também está ali e, finalmente, dois times considerados mais fracos, ambos da cidade de Passo Fundo - Gaúcho, que veio da 2ª divisão, e Passo Fundo -.

Grêmio quer aproveitar embalo da Segundona
Campeão do Campeonato Brasileiro da Série B, fato que enlouqueceu sua fiel torcida ao final da temporada 2005, o Grêmio quer aproveitar o entusiasmo, o embalo, a força de sua tradição, e voltar a brigar pelo título gaúcho, algo que não ocorre desde 2001. Nas últimas quatro edições do Gauchão, o Tricolor não chegou sequer à decisão.

O clube segurou no estádio Olímpico os jogadores mais destacados na campanha da Segundona e está se reforçando aos poucos. Já chegaram o zagueiro Maidana, xerife buscado no River Plate da Argentina; o meia Tcheco, que retorna ao Brasil após ter defendido o Al Ittihad, da Arábia, no Mundial Interclubes; e o centroavante Reinaldo, goleador do Campeonato Brasileiro da Série B.

O Tricolor está numa chave considerada mais fraca. Nela está o São Luiz, que retorna à primeira divisão neste ano, mais Santa Cruz, Farroupilha, Esportivo e o Veranópolis, adversário na partida que será disputada na tarde desta quarta-feira, abrindo a competição.

Juventude, 3ª força, vai de veteranos
Considerada a terceira força do futebol gaúcho desde 1994, quando ganhou o Brasileiro da Série B, o Juventude vai em busca do campeonato estadual neste 2006, apostando na maturidade do grupo. O clube manteve o zagueiro Antônio Carlos, 36 anos, para comandar o time e, para função mais problemática da temporada passada, a meta, buscou o goleiro André, ex-Inter.

Na decisão do Gauchão 2005, André quebrou o braço em meio a partida, mas o clube acabou ficando com o título, fazendo 2x1 na prorrogação do jogo final, dois gols do centroavante Souza.

O alviverde da Serra só ganhou um Campeonato Gaúcho na sua história, em 1998, mas na temporada seguinte, 99, venceu a Copa do Brasil, o que a levou a um patamar mais elevado do que o das demais equipes do interior. Mais do que isso: desde que ascendeu à elite, jamais voltou à Série B.

O Juventude é um dos 12 times que ganharam apenas um título gaúcho na história. O Guarany, de Bagé, venceu duas vezes, nos distantes 1920 e 1938. O Grêmio levou o troféu 33 vezes, quatro a menos que o Inter.

Na primeira fase do Gauchão 2006, o time da Serra, treinado por Hélio dos Anjos, está no Grupo 3, ao lado do São José (de Porto Alegre), o Brasil (Pelotas), o Glória, o Novo Hamburgo e o São José (Cachoeira do Sul).

O regulamento
O Campeonato Gaúcho será disputado por 18 clubes nesta temporada. São três grupos de seis, tendo como cabeças de chave Inter (no 1), Grêmio (2) e Juventude (3). A competição começa nesta quarta-feira (11/1), com sete jogos, seis deles à noite. Como partida de abertura, à tarde, o Veranópolis receberá o Grêmio.

Ao final desta primeira fase, os dois primeiros de cada grupo estarão garantidos na semifinal, assim como os dois melhores terceiros colocados. Esses oito serão divididos em duas chaves e disputarão dois quadrangulares.

A Federação ainda não confirmou a data dos jogos desta penúltima etapa, da qual resultarão os dois campeões que irão para a grande decisão, mas essa sim já tem dias marcados: 2 e 9 de abril, dois domingos.

O Campeonato terá duração de três meses, repetindo o período de 2005 - a competição acabou dia 17 de abril.

Os 10 clubes que não alcançarem a segunda fase disputarão, a partir de suas desclassificações, a Copa Emídio Perondi, que garantirá ao campeão uma vaga na Série C do Campeonato Brasileiro. Os dois últimos, entre esses, serão rebaixados para a segunda divisão estadual.

Leia mais

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias