! Atlético-MG perde para o Goiás e chega ao 'limite' - 06/11/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  06/11/2005 - 20h03
Atlético-MG perde para o Goiás e chega ao 'limite'

Da Redação
Em São Paulo

O Atlético-MG não poderá mais tropeçar se ainda quiser manter o sonho de permanecer na Série A do Campeonato Brasileiro. Nesta noite de domingo, o clube de Belo Horizonte foi derrotado por 2 a 1 pelo Goiás, no Mineirão, e se aproximou ainda mais da queda para a Segunda Divisão.

ATLÉTICO-MG: JEJUM DE SEIS JOGOS

Adversário

Placar

Data

Cruzeiro0 x 116/10
Atlético-PR0 x 222/10
Fortaleza2 x 326/10
Palmeiras1 x 330/10
São Paulo2 x 202/11
Goiás1 x 206/11
Depois do empate com o São Paulo, o técnico Lori Sandri contava com cinco vitórias nos últimos seis jogos para se livrar do rebaixamento. Caso vença todos os confrontos que ainda fará até o término do certame, o time poderá chegar apenas aos 49 pontos, mesma quantia que tem o Fortaleza, atual 12° colocado.

"Infelizmente, amargamos mais uma derrota. Vamos continuar na luta, já que temos mais alguns jogos. A situação é muito complicada, mas precisamos conversar para ver o que vai acontecer", afirmou o atacante Marques.

Com mais uma derrota em casa, a 11ª no Nacional-05, a equipe alvinegra segue na lanterna do Brasileirão, com apenas 34 pontos, oito a menos que o Coritiba, último a se salvar no momento.

Já o Goiás dá um grande passo para garantir a inédita classificação à Copa Libertadores. A vitória desta noite mantém o clube do Cerrado em quarto lugar, mas agora com 64 pontos, seis a mais que o quinto, o Palmeiras, derrotado pelo Atlético-PR. Além disso, o clube se aproxima da meta estipulada pela comissão técnica, que conta quatro vitórias até o final do torneio para ficar entre o G-4.

O QUE RESTA AO ATLÉTICO-MG

Adversário

Local

Data

PaysanduFora12/11
FluminenseFora17/11
CoritibaCasa20/11
VascoCasa27/11
JuventudeFora04/12
"Foi uma vitória importante, principalmente por abrir essa distância do pessoal que vem correndo atrás. Poderíamos ter definido esse jogo sem sofrimento se tivéssemos aproveitado melhor as oportunidades", ressaltou o técnico Geninho.

O resultado na capital de Minas Gerais faz o time alviverde quebrar a série de três jogos sem vencer. Neste período, o clube esmeraldino perdeu duas vezes em casa para Internacional (1 a 0) e Fluminense (2 a 1), além de um empate fora com o Fortaleza (1 a 1).

O Atlético-MG, no entanto, não sabe o que é vencer desde o dia 11 de outubro, quando fez 2 a 1 sobre o Flamengo, no Rio de Janeiro. Depois disso, o time acumulou cinco derrotas e apenas um empate. Em casa, o último triunfo foi em 18 de setembro, contra o Santos por 3 a 0.

Na próxima rodada, os mineiros farão um confronto direto contra o rebaixamento. A equipe vai a Belém para enfrentar o Paysandu, sábado, às 18h10, no estádio Mangueirão. O Goiás recebe o Atlético-PR, domingo, às 16h, no Serra Dourada.

O jogo
A expectativa dos atleticanos de finalmente iniciarem a reação desabou logo aos 2min. Após cobrança de falta pela esquerda, a bola atravessou toda a área e sobrou para Cléber. O lateral chutou cruzado e acertou o canto direito de Bruno, abrindo placar para o Goiás.

GOIÁS: VITÓRIA APÓS TRÊS JOGOS

Adversário

Local

Data

Internacional0 x 125/10
Fortaleza1 x 129/10
Fluminense1 x 202/11
Atlético-MG2 x 106/11
Apesar de não conseguir responder imediatamente, sobretudo pela falta de criatividade no meio-campo, os mineiros quase empataram aos 12min. Rafael Miranda arriscou de fora da área e obrigou Harlei a espalmar pela linha de fundo no centro da meta.

Aos 28min, percebendo a apatia da equipe, o técnico Lori Sandri sacou Rodrigo Fabri e Thiago Henrique para as entradas de Catanha e Ramon, deixando o Atlético-MG com três atacantes.

A mudança, no entanto, não surtiu efeito e o time alvinegro continuou muito mal em campo. Contudo, assustou aos 39min. Marques desviou na área e a bola sobrou para Uéslei. De frente para o gol, o atacante bateu e Harlei espalmou.

No último minuto, o Goiás perdeu ótima chance de ampliar. Aos 45min, Rodrigo Tabata recebeu livre na marca do pênalti e chutou rasteiro, mas errou o alvo, mandando a bola à direita de Bruno.

O QUE RESTA AO GOIÁS

Adversário

Local

Data

Atlético-PRCasa13/11
São PauloCasa16/11
JuventudeFora19/11
FlamengoFora27/11
CorinthiansCasa04/12
Depois do intervalo, o Atlético-MG voltou apresentando os mesmos erros. Melhor para os visitantes, que quase marcaram novamente aos 10min. Roni recebeu lançamento em posição duvidosa e, na saída de Bruno, tocou por cima, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Aos 20min, Lori Sandri finalmente atendeu ao pedido da torcida e colocou o atacante Euller no lugar de Uéslei. No entanto, quem marcou foi o Goiás. Cinco minuto depois, Luciano Almeida fez linda jogada pela esquerda e apenas rolou para o meio da área. Souza apareceu e escorou ao gol vazio.

A melhor chance do Atlético-MG surgiu apenas aos 38min. Euller recebeu cruzamento na área, se livrou de um marcador e chutou forte, mas parou na excelente defesa de Harlei, que espalmou para escanteio. Aos 41min, Rodrigo Tabata saiu na cara do gol e chutou fraco para a defesa de Bruno.

Aos 46min, os mineiros diminuíram. Marques cruzou da esquerda e Cáceres cabeceou no canto direito. A bola desviou em um adversário e entrou.

ATLÉTICO-MG
Bruno; Leandro Castan, Henrique e Cáceres; Edílson, Rafael Miranda, Vinícius, Rodrigo Fabri (Catanha) e Thiago Henrique (Ramon); Marques e Uéslei (Euller)
Técnico: Lori Sandri

GOIÁS
Harlei; Júlio Santos, André Dias (Rafael Dias) e André Leone; Cléber, Danilo Portugal, Romerito, Rodrigo Tabata (Marcelo Silva) e Luciano Almeida; Souza (Jorge Mutt) e Roni
Técnico: Geninho

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (Fifa-RS)
Auxiliares: Paulo Ricardo Figueira e José Javel Silveira (ambos do RS)
Cartões amarelos: Cléber (G), Júlio Santos (G), Henrique (A), Rafael Dias (G)
Gols: Cléber, aos 2min do primeiro tempo; Souza, aos 25min, e Cáceres, aos 46min do segundo tempo

Leia mais

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias