! Vasco bate Atlético-PR e inicia bem a sua missão - 03/11/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  03/11/2005 - 22h23
Vasco bate Atlético-PR e inicia bem a sua missão

Da Redação
No Rio de Janeiro

A primeira página do dever de casa do Vasco foi bem escrita. Na noite desta quinta-feira, o time carioca venceu o Atlético-PR por 2 a 1, em São Januário, e cumpriu a etapa inicial da sua meta de vencer os jogos em casa para se livrar do rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

Agora, ainda restam três jogos para a equipe realizar como mandante, contra o Fluminense, o Paysandu e o Paraná. E mais três fora de casa, com São Caetano, Figueirense e Atlético-MG.

Com a vitória desta quinta-feira, o Vasco chegou aos 43 pontos e subiu para a 16ª colocação. Porém, com os outros resultados, a vantagem para a zona de rebaixamento continua de apenas dois pontos.

"Nesta reta final, nós temos de vencer em casa sempre. Não importa se não jogamos tão bem como contra o Corinthians. O que vale são os três pontos", declarou o meia Morais, depois de ser questionado sobre a atuação do time esta noite em comparação ao empate contra o líder do Brasileiro.

DOR E LÁGRIMAS
Aos 34min do primeiro tempo, o atacante William teve que ser substituído devido a um problema no ombro direito. Aos 22 anos, o jogador, que foi escolhido para ser o substituto de Alex Dias, não queria sair do jogo e acabou chorando muito.

"Fica tranqüilo. Você vai voltar, eu prometo. Próximo jogo você volta. Se você voltar agora vai ser arriscado", tentou confortá-lo o médico do clube Alexander Montenegro.

Nesta sexta-feira, o jogador será submetido a um exame de ressonância magnética para a avaliar a gravidade da contusão.
Pelo lado do Atlético-PR, os objetivos foram atrapalhados com esta derrota. O sonho de ir para a Libertadores ficou distante, já que agora dez pontos separam o time da zona de classificação.

A meta de ser o melhor de seu estado também foi dificultada. O Paraná agora ocupa o oitavo lugar, com 54 pontos, enquanto o time rubro-negro é o nono, com 51.

Na próxima rodada, os dois time farão seus jogos no domingo. O Vasco viaja até o ABC Paulista, onde enfrenta o São Caetano, às 16h. Já o Atlético-PR recebe o Palmeiras, na Arena da Baixada, às 18h10.

O jogo
Mesmo jogando fora de casa, o Atlético-PR começou melhor e partiu para cima do Vasco. Com mais posse de bola, os visitantes desperdiçaram uma boa chance com Aloísio. Aos 9min, Lima cruzou da direita, a defesa falhou, mas o atacante demorou demais e chutou em cima da marcação.

Apesar de o time paranaense estar melhor em campo, a equipe da casa conseguiu abrir o placar. Aos 15min, depois de tabelar com Abedi, o meia Morais ajeitou para a perna esquerda e chutou forte, sem chance para Tiago Cardoso.

O time rubro-negro sentiu o gol e deixou de criar chances, mas o Vasco só voltou a ameaçar aos 37min. Morais cruzou nas mãos de Tiago Cardoso, mas o goleiro soltou a bola na cabeça de Éder, que quase marcou sem querer.

O Atlético-PR ainda melhorou em campo, mas foi o time da casa que novamente teve a oportunidade de marcar. Aos 45min, Anderson cruzou na cabeça de Romário, mas Tiago Cardoso fez grande defesa.

Os paranaenses voltaram do intervalo assustando o Vasco. Logo aos 3min, Wagner Diniz tentou cortar dentro da área, mas acertou Aloísio e a bola quase entrou. Porém, quem chegou ao gol foi o time da casa. Aos 11min, Morais ganhou da marcação, entrou na área e cruzou para Anderson, livre, de cabeça, ampliar.

O Atlético-PR tentou partir para o ataque, mas errou muitos passes, desperdiçando muitos lances. De tanto insistir o time acabou diminuindo, aos 25min. Marín cruzou da esquerda para Lima, que cabeceou no contrapé do goleiro Roberto.

O gol animou os atleticanos, que tentaram pressionar. Aos 26min, Lima bateu cruzado da direita, mas a bola atravessou toda a área. Aos 27min, Finazzi tabelou com Jancarlos e chutou. Roberto conseguiu a defesa na ponta dos dedos, garantindo o resultado.

No final do jogo, o time da casa tocou a bola, segurando o placar.

VASCO
Roberto, Wagner Diniz, Éder, Luciano e Diego; Ives, Amaral, Abedi e Morais (Rodrigo); William (Anderson) e Romário (Alemão)
Técnico: Renato Gaúcho

ATLÉTICO-PR
Tiago Cardoso; Jancarlos, Durval, Danilo e Marín; Cristian, Alan Bahia, Evandro (Finazzi) e Ferreira (Juliano); Aloísio e Lima
Técnico: Evaristo de Macedo

Local: estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP)
Auxiliares: Ednilson Corona e Ana Paula da Silva Oliveira (ambos SP-Fifa)
Cartões amarelos: Morais (V), Alan Bahia (A), Evandro (A), Lima (A), Abedi (V), Amaral (V), Romário (V), Finazzi, (A), Wagner Diniz (V)
Gols: Morais, aos 15min do primeiro tempo; Anderson, aos 11min, e Lima, aos 25min do segundo tempo

Leia mais
Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias