! Com dez, Palmeiras vira e afunda o Atlético-MG - 30/10/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  30/10/2005 - 17h55
Com dez, Palmeiras vira e afunda o Atlético-MG

Da Redação
Em São Paulo

Depois de três empates consecutivos, o Palmeiras voltou a sonhar com uma vaga na Copa Libertadores em grande estilo. Com um jogador a menos, o time alviverde venceu o Atlético-MG por 3 a 1, de virada, no Mineirão, e afundou ainda mais o adversário rumo ao rebaixamento. Tudo graças à atuação do atacante Washington, que entrou na etapa final, e marcou dois gols. Correa fechou o placar.

PALMEIRAS: OITO SEM PERDER

Adversário

Placar

Data

Goiás3 x 125/09
Vasco0 x 002/10
Paysandu5 x 305/10
Botafogo2 x 108/10
Corinthians1 x 116/10
Fortaleza 1 x 122/10
Figueirense2 x 226/10
Atlético-MG3 x 130/10
"Nossa posição no campeonato nos dava tranqüilidade mesmo estando perdendo. Depois do gol deles, o Atlético-MG ficou preocupado em administrar o resultado e isso nos favoreceu", explicou o técnico Emerson Leão.

Com o resultado, o clube paulista chegou aos 58 pontos, em quinto lugar, apenas três a menos que o Goiás, quarto. O Fluminense venceu a Ponte Preta e pulou para a terceira posição, com 62.

Já os mineiros continuam na última colocação, com os mesmos 33 pontos que iniciaram a 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida deste domingo marcou a estréia do técnico Lori Sandri, substituto de Marco Aurélio Moreira, que se demitiu após a trágica derrota para o Fortaleza, na semana passada (vencia por 2 a 0 até aos 35min do segundo tempo).

"A situação não é agradável. Dá dó do nosso torcedor. Mas nós temos que ter paciência e trabalhar", ressaltou o treinador. "Se jogarmos como nos primeiros 20 minutos, nós temos ainda esperanças. Mas, se jogarmos como depois, acho que vamos ter problemas", completou.

O goleiro Marcos saiu em defesa do adversário. "O Palmeiras já passou por isso em 2002 e eu sei bem como é. Mas acredito que o clube vai sair dessa, o time tem bons jogadores. É preciso que eles ganhem pelo menos três partidas consecutivas para conquistar confiança", disse.

O triunfo em Minas Gerais faz o Palmeiras chegar ao oitavo jogo sem derrota. O time, entretanto, não vencia desde 8 de outubro, quando bateu o Botafogo por 2 a 1, no Rio de Janeiro. Depois disso, foram três empates consecutivos, o último deles diante do Figueirense, outro ameaçado pelo descenso, dentro de casa.

O Atlético-MG também não apresenta bons números nas últimas rodadas. Esta foi a quarta derrota consecutiva da equipe, que vai precisar de uma excelente seqüência de resultados positivos nas últimas sete rodadas para continuar na Primeira Divisão em 2006.

Os mineiros voltam a campo na próxima quarta-feira para enfrentar o São Paulo, às 20h30, no Morumbi. O Palmeiras recebe o Flamengo, quinta-feira, também às 20h30, no Parque Antarctica.

O jogo
Precisando vencer, o Atlético-MG começou a partida pressionando. Aos 3min, Marques roubou a bola de Marcinho Guerreiro com um carrinho na entrada da área e ligou Uéslei. De frente para o gol, o atacante chutou rasteiro, mas Marcos defendeu com a perna esquerda.

ATLÉTICO-MG: QUATRO SEM VENCER

Adversário

Placar

Data

Cruzeiro0 x 116/10
Atlético-PR0 x 222/10
Fortaleza2 x 326/10
Palmeiras1 x 330/10
Após o susto inicial, o Palmeiras respondeu aos 10min com Juninho. O armador avançou pelo meio e chutou à direita da meta, assustando o goleiro Bruno. Cinco minutos depois, os mineiros quase marcaram, quando Ramon recebeu lançamento na área, mas bateu em cima de Marcos.

Aos 17min, porém, o Atlético-MG chegou ao gol. Marques fez boa jogada pela esquerda e cruzou. Livre na segunda trave, Uéslei cabeceou com estilo e acertou o canto direito da meta alviverde.

Mesmo com a desvantagem, o Palmeiras não conseguiu reagir. Com muita lentidão, o time chegou muito pouco ao ataque e teve a melhor chance aos 40min, novamente com Juninho. Ele fez boa jogada pelo meio e chutou forte. Bruno fez ótima defesa no canto direito.

Na volta do intervalo, o Palmeiras reapareceu com Washington no lugar de Gioino. Mas a primeira boa chance surgiu dos pés do volante Marcinho Guerreiro, aos 2min. O jogador pegou rebote da defesa rival e, da entrada da área, chutou forte à direita.

Dois minutos depois, Washington empatou. Em tarde inspirada, Juninho fez boa jogada pela esquerda e cruzou para a área. O atacante apareceu por trás da zaga e cabeceou forte, sem chances para o goleiro adversário.

Aos 16min, o Palmeiras perdeu o volante Alceu, expulso. Apesar disso, o time chegou ao segundo gol logo em seguida. Aos 20min, Washington aproveitou cruzamento da direita e cabeceou no canto direito de Bruno.

A desvantagem fez o Atlético-MG se perder completamente. Sem organização tática, o time tentou pressionar nos minutos finais, mas foi insuficiente para assustar o goleiro Marcos.

No final, o Palmeiras fechou o placar com um golaço. Aos 43min, Correa recebeu fora da área e acertou um lindo chute no ângulo esquerdo de Bruno, garantindo a vitória da equipe alviverde.

ATLÉTICO-MG
Bruno; Marquinhos, Lima e Leandro Castan; Rodrigo Dias, Amaral (Catanha), Vinícius, Ramon (Zé Antônio) e Esquerdinha; Uéslei (Rodrigo Fabri) e Marques
Técnico: Lori Sandri

PALMEIRAS
Marcos; Correa, Gamarra, Daniel e Michael; Marcinho Guerreiro, Reinaldo (Alceu), Juninho e Cristian (Glauber); Marcinho e Gioino (Washington)
Técnico: Emerson Leão

Local: estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Wallace Nascimento Valente (ES)
Auxiliares: Marco Antônio Moreira Collodetti e Geraldo Pimentel Rodrigues (ambos do ES)
Cartões amarelos: Gioino (P), Alceu (P), Marcinho Guerreiro (P), Washington (P), Juninho (P), Lima (A)
Cartão vermelho: Alceu (P)
Gols: Uéslei, aos 17min do primeiro tempo; Washington, aos 4min e aos 20min, e Correa, aos 43min do segundo tempo


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias