! Atlético-PR vence 5ª seguida e afunda Atlético-MG - 22/10/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  22/10/2005 - 17h54
Atlético-PR vence 5ª seguida e afunda Atlético-MG

Da Redação
No Rio de Janeiro

O duelo dos Atléticos foi vencido pelos paranaenses, superiores do início ao fim da partida realizada na tarde deste sábado, na Arena da Baixada. Com tranqüilidade, o time da casa construiu o placar de 2 a 0, afundando os mineiros na zona de rebaixamento.

Com mais esta vitória, o Atlético-PR passa a somar 48 pontos, na oitava colocação. O time se encontra na zona de classificação para a Copa Sul-Americana, mas, faltando nove rodadas, ainda há esperanças de conquistar um lugar na Libertadores do ano que vem.

DESCONTRAÇÃO RUBRO-NEGRA
Além de um futebol envolvente e aplicado taticamente, os jogadores do Atlético-PR demonstraram descontração também nas comemorações dos gols. Depois do primeiro, marcado por Evandro, várias "baratinhas" caíram no gramado, imitando a criticada comemoração dos brasileiros do Real Madrid.

Depois de dois minutos, o time paranaense chegou ao segundo gol, marcado por Alan Bahia, que entrou em campo, literalmente, com a bola na cabeça. O jogador produziu um corte em que o seu cabelo tinha as formas dos gomos de uma bola de futebol.

Após marcar o segundo gol, Alan Bahia e seus companheiros ensaiaram uma "dança da bundinha", rebolado típico dos bailes funks do Rio de Janeiro.
Neste momento, o Fluminense ocupa a quarta colocação e, portanto, é o último dos classificados para a Libertadores. O time carioca tem 55 pontos, sete a mais que o Atlético-PR.

O triunfo também confirma o bom momento pelo qual atravessa a equipe. Desde que Evaristo de Macedo assumiu o comando técnico, o Atlético-PR apresenta 100% de aproveitamento dos pontos. Foram cinco vitórias seguidas (contra Flamengo, Fortaleza, Brasiliense, Coritiba e Atlético-MG)

Do lado mineiro, a situação segue preocupante. Depois de perder o clássico para o Cruzeiro, na última rodada, a equipe precisava de uma vitória para sair da zona de rebaixamento. Mas o resultado negativo deste sábado manteve o time na zona de descenso, provocando um clima de profunda lamentação.

"Se nossa equipe entrasse em campo desde o início como fez no segundo tempo, com certeza seria diferente. Mas a gente fala para entrar com alegria, determinado e de repente tomamos gols bobos, por desatenção. Tem que conversar, ver o que está errado para a gente acertar", disse o atacante Uéslei.

Com 33 pontos, o Atlético-MG é o 21º (penúltimo) colocado, à frente apenas do Brasiliense, que tem 32 pontos e uma partida a menos (nesta segunda-feira, o time do Planalto Central repetirá o jogo contra o Fluminense).

"Temos que chamar a responsabilidade para a gente, porque a torcida do Atlético veio. Não podemos errar mais, faltam pouco jogos e temos que vencer todos agora para sair dessa situação", afirmou o meia Ramon.

Na próxima rodada, o Atlético-MG tentará se recuperar diante do Fortaleza, em partida que acontece na quarta-feira, às 20h30, no Mineirão. O goleiro Bruno não poderá estar neste duelo porque recebeu o terceiro amarelo.

Já o Atlético-PR viajará até o Rio de Janeiro para enfrentar o Fluminense, na quinta, às 20h30, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Para este jogo, o time paranaense contará com a volta do artilheiro Lima, que cumpriu suspensão por três amarelos.

O jogo
Com boa movimentação no meio-campo, o time da casa começou a partida com mais domínio no setor. A primeira boa chance surgiu aos 9min. O ala Marcão fez jogada pela esquerda e cruzou para Aloísio. Mas o atacante fez o gol com as mãos e o árbitro anulou o lance.

O Atlético-MG tentou responder em jogadas de velocidade, mas esbarrou na boa marcação dos paranaenses. As tentativas de bolas levantadas foram todas cortadas pela zaga. O goleiro Tiago Cardoso teve pouco trabalho na primeira etapa.

Até que, aos 25min, o Atlético-PR abriu o placar. Depois de uma boa jogada pela direita, Dagoberto viu Evandro livre no meio e cruzou rasteiro. Sem marcação, o meia apenas escorou a bola para o fundo do gol.

Dois minutos depois, o time da casa teve falta pela direita. Após o cruzamento, Aloísio não conseguiu dominar, mas a bola sobrou limpa para Alan Bahia, que dominou na pequena área e estufou as redes.

Para melhorar a sua equipe, o técnico Marco Aurélio colocou Vinícius no lugar do Lima e Catanha na vaga de Walker. O Atlético-MG voltou para a segunda etapa com uma postura mais ofensiva.

Mas logo aos 6min, o árbitro Elvécio Zequetto deixou de marcar um pênalti de Cáceres sobre Aloísio. O atacante do Atlético-PR recebeu lançamento pela direita e, na disputa pela bola, o defensor da equipe mineira empurrou o adversário.

Embora o Atlético-MG tenha ensaiado uma reação, a vitória paranaense se tornou mais tranqüila depois que, aos 13min, Leandro Castan foi expulso. O zagueiro entrou de carrinho na canela de Dagoberto e recebeu o cartão vermelho direto.

Na seqüência, a equipe de Evaristo de Macedo administrou o resultado e chegou a desperdiçar algumas chances. Aos 18min, Dagoberto entrou livre na área, mas chutou em cima do goleiro Bruno. Aos 23min, o mesmo Dagoberto cobrou falta no ângulo e o goleiro espalmou, antes de a bola tocar na trave.

No fim do jogo, aos 41min, o atacante Finazzi, que entrara no lugar de Aloísio, desperdiçou chance clara para ampliar. Evandro fez ótima jogada pela esquerda e rolou para o companheiro, que demorou para finalizar e permitiu que o goleiro evitasse o gol.

ATLÉTICO-PR
Tiago Cardoso; André Rocha, Danilo, Paulo André e Marcão; Alan Bahia, Cristian, Evandro e Ferreira (Ticão); Dagoberto e Aloísio (Finazzi)
Técnico: Evaristo de Macedo

ATLÉTICO-MG
Bruno; Cáceres, Leandro Castan e Lima (Vinícius); George Lucas (Marquinhos), Rafael Miranda, Walker (Catanha), Ramon e Rubens Cardoso; Marques e Uéslei
Técnico: Marco Aurélio

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Árbitro: Elvécio Zequetto (MS)
Assistentes: Paulino Fernandes e Alécio Lezzo (ambos do MS)
Cartões amarelos: Aloísio (Atl-PR); Rubens Cardoso, Lima, Cáceres, George Lucas e Bruno (Atl-MG)
Cartão vermelho: Leandro Castan (Atl-MG)
Gols: Evandro, aos 25min, e Alan Bahia, aos 27min do primeiro tempo

Leia mais

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias