! Atlético-PR vence e emplaca quarto triunfo seguido - 15/10/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  15/10/2005 - 20h05
Atlético-PR vence e emplaca quarto triunfo seguido

Da Redação
No Rio de Janeiro

Mesmo jogando no Couto Pereira, o Atlético-PR confirmou a boa fase no Campeonato Brasileiro e derrotou o Coritiba por 2 a 1 neste sábado à noite, conquistando sua quarta vitória consecutiva no certame. Já o rival amarga o mesmo número de derrotas em seqüência.

LIMA PROVOCA
Autor do primeiro gol do Atlético-PR no clássico, o atacante Lima explicou o motivo da esquisita comemoração, como se estivesse saindo de "fininho" de algum lugar.

"Minha comemoração foi ensaiada para acordar o Coritiba, que estava dormindo em campo" provocou Lima, que emendou: "Ganhar deles é muito bom, é mais que um sonho".
Com mais um triunfo, a equipe se mantém na oitava posição, mas se aproxima dos quatro primeiros colocados, que garantem vaga na Libertadores de 2006. Agora, o time rubro-negro está com 45 pontos, nove atrás do Fluminense, atual quarto colocado.

"Temos o sonho de ir para a Libertadores. Estamos um pouco atrás dos primeiros, mas estamos tirando a diferença", disse o zagueiro Paulo André, autor do segundo gol do Atlético-PR.

Além disso, a equipe continua com 100% de aproveitamento sob o comando do técnico Evaristo de Macedo. O treinador estreou vencendo o Flamengo por 2 a 0, no dia 2 de outubro e, de lá para cá, comandou o time nas vitórias contra Fortaleza e Brasiliense.

Do lado do Coritiba, o time alviverde não sabe o que é vencer desde o dia 25 de setembro, quando bateu o Vasco por 2 a 0. De lá para cá, sucumbiu diante de Paraná, Goiás e Paysandu.

Com 38 pontos, o time começa a ver a zona de classificação para a Sul-Americana ficar mais longe e se aproxima lentamente da zona do rebaixamento. O Vasco, primeiro dos "rebaixados", tem cinco pontos a menos.

Nesta noite, a equipe foi dirigida de forma interina por Antonio Lopes Júnior, filho do atual técnico do Corinthians, Antonio Lopes, que substituiu o demitido Cuca. A expectativa da diretoria é de anunciar o novo treinador até terça-feira.

"Foi injusto o resultado, nós merecíamos vencer. Fico triste pelo resultado, mas feliz pela atuação do time", disse Antonio Lopes Júnior.

Ambos os clubes voltam a campo somente no próximo sábado. Às 20h30, o Coritiba encara o Botafogo no Rio de Janeiro, enquanto o Atlético-PR recebe o Atlético-MG às 16h, na Arena da Baixada.

O jogo
O jogo mal começou e o Atlético-PR tratou de incendiar o clássico. Aos 3min, Lima recebeu belo passe de Evandro, entrou cara a cara com Douglas e bateu firme no canto esquerdo do goleiro, abrindo o placar.

O gol logo de cara foi a senha para uma etapa eletrizante. Aos 5min, o mesmo Lima teve a chance de ampliar, mas bateu para fora. Contudo, apesar do golpe sofrido, o Coritiba não se abateu e tratou de se atirar ao ataque.

Aos 8min, Peabiru bateu de fora da área e assustou o time rubro-negro. Mas, aos 20min, o atacante não perdoou e aproveitou vacilo do goleiro Tiago Cardoso e da defesa atleticana para empatar.

Após cobrança de escanteio fechado, o goleiro socou para cima a bola e deu as costas para o lance, achando que havia cedido outro escanteio. Entretanto, a bola voltou para a pequena área e Peabiru subiu mais que os zagueiros e testou para o gol vazio.

Aos 26min, os donos da casa perderam o meia Marquinhos, que vinha fazendo boa partida e torceu o joelho esquerdo, sendo substituído por Rodrigo Batata. Mesmo com a perda, o Coritiba pressionou nos minutos finais.

Aos 39min, Tiago Cardoso se redimiu e fez duas defesas milagrosas, em conclusões de Reginaldo Nascimento dentro da área. Aos 40min, foi a vez de Humberto receber sozinho na pequena área e o goleiro novamente salvar o Atlético-PR.

"No primeiro lance o goleiro teve muita sorte e no segundo eu peguei mal na bola. Vamos ver se aumentamos ainda mais o ritmo no segundo tempo para conseguir desempatar", disse Reginaldo Nascimento, no intervalo.

A partida caiu tecnicamente na segunda etapa, mas o Coritiba, assim como no fim do primeiro tempo, seguiu controlando o jogo. Entretanto, o time abusou do jogo aéreo, que invariavelmente era neutralizado pela defesa adversária.

Explorando os contra-ataques, os visitantes quase desempataram aos 14min, quando Lima chutou, a bola desviou em Reginaldo Nascimento e obrigou Douglas a ótima defesa.

O lance animou o Atlético-PR, que desempatou aos 23min. Jancarlos cobrou falta na área e o zagueiro Paulo André cabeceou sozinho.

Depois disso, o Coritiba se desesperou e não conseguiu mais ameaçar. Então foi a vez do Atético-PR prender a bola com inteligência no campo de ataque e segurar mais um triunfo. Humberto, nos acréscimos, ainda acertou a trave de Tiago Cardoso.

CORITIBA
Douglas; James, Anderson, Reginaldo Nascimento e Ricardinho; Márcio Egídio (Peruíbe), Jackson, Humberto, e Marquinhos (Rodrigo Batata); Marcelo Peabiru (Negreiros) e Caio
Técnico: Antônio Lopes Júnior

ATLÉTICO-PR
Tiago Cardoso; Jancarlos, Danilo, Paulo André e Marcão; Alan Bahia, Christian, Evandro e Lima (Fereira); Dagoberto (Finazzi) e Alosio (Ticão)
Técnico: Evaristo de Macedo

Local: estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Árbitro: Wagner Tardelli Azevedo (Fifa-RJ)
Auxiliares: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Marcos Tadeu Penichi Nunes (RJ)
Cartões amarelos: Peabiru (C), Anderson (C), Jackson (C), Lima (A), Jancarlos (A)
Gols: Lima, aos 3min, Peabiru, aos 20min do primeiro tempo; Paulo André, aos 23min do segundo tempo

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias