! Cruzeiro atropela Figueirense e mantém reação - 08/10/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  08/10/2005 - 20h00
Cruzeiro atropela Figueirense e mantém reação

Da Redação
Em São Paulo

Sem dificuldade, o Cruzeiro chegou a seu quarto jogo de invencibilidade no Campeonato Brasileiro. Nesta noite de sábado, o clube de Belo Horizonte goleou o Figueirense por 4 a 0, no Mineirão, e afundou o adversário na luta contra o rebaixamento para a Série B.

Fotocom
Kelly marca duas vezes na goleada do Cruzeiro diante do Figueirense em Belo Horizonte
"No Campeonato Brasileiro não existe jogo fácil. O Cruzeiro vai passo a passo buscando as vitórias. O foco agora é no desempenho. Agora cada partida para o Cruzeiro é decisiva. A gente vai buscar o que der", afirmou o técnico Paulo César Gusmão.

Com o resultado, o time celeste chega aos 41 pontos, em décimo lugar, mas continua muito distante da zona de classificação para a Copa Libertadores. O Palmeiras, quarto colocado, tem 11 de vantagem (52).

Já os catarinenses permanecem entre os últimos. Com mais um tropeço no Nacional-05, a equipe dirigida por Adílson Batista segue em penúltimo lugar, com apenas 29 pontos, e pode retornar à lanterna dependendo do Paysandu, que tem 26, e enfrenta o Coritiba, segunda-feira, em Belém.

"Fizemos um primeiro tempo muito ruim e depois ficou complicado reagir. Temos que continuar trabalhando para tentar sair dessa situação, que incomoda todo mundo", afirmou o zagueiro Cléber.

O triunfo desta noite faz o Cruzeiro confirmar a reação depois de viver um dos piores momentos de sua história, quando perdeu sete partidas consecutivas e abandonou a briga pelo título do certame. O time não perde há cinco rodadas (quatro pelo Brasileiro e uma pela Sul-Americana).

CRUZEIRO: REAÇÃO NO BRASILEIRO

Adversário

Placar

Data

Ponte Preta3 x 225/09
Juventude2 x 001/10
Vasco3 x 305/10
Figueirense4 x 008/10
O Figueirense, por sua vez, vê sua reação ser freada. O clube, que havia vencido três das últimas quatro partidas, se apega agora na disputa dos jogos contra Juventude e Vasco, anulados pelo STJD por causa de um esquema de arbitragem que envolveu o árbitro Edílson Pereira de Carvalho.

O time do Rio de Janeiro, aliás, é o próximo adversário dos catarinenses. A partida será disputada no próximo dia 12 de outubro (quarta-feira), às 16h, em São Januário. No primeiro jogo, os cariocas venceram por 2 a 1.

O Cruzeiro volta a campo no mesmo dia e horário para enfrentar o Botafogo, no Mineirão. Na partida que foi anulada, os mineiros golearam por 4 a 1.

O jogo
Desde o início da partida, o Cruzeiro foi para cima e não demorou a abrir o placar. Aos 10min, Adriano recebeu passe de Diogo na entrada da área e chutou forte, sem chances de defesa para o goleiro Gustavo.

Melhor e com muito espaço para jogar, os mineiros chegaram ao segundo gol quatro minutos mais tarde. Martinez fez o levantamento para a área, Alecsandro ajeitou de cabeça e Kelly completou para as redes.

Sem força ofensiva, o Figueirense pouco produziu e praticamente não ofereceu perigo. Dessa forma, o Cruzeiro conseguiu marcar mais um aos 35min. Kelly recebeu de Alecsandro e chutou. O goleiro Gustavo defendeu, mas o próprio meia pegou o rebote e anotou o terceiro.

KELLY: O ARTILHEIRO
O meia Kelly mostrou neste sábado porque é o artilheiro do time celeste no Campeonato Brasileiro.

O jogador fez dois gols na goleada de 4 a 0 sobre o Figueirense e já soma 13 gols na competição nacional, a apenas cinco dos atacantes Róbson, do Paysandu, e Alex Dias, do Vasco, que dividem a artilharia com 18 gols.

É uma experiência nova para mim, mas a felicidade maior é poder ajudar a equipe do Cruzeiro com os gols", comentou. Leia mais
Na volta do intervalo, o Cruzeiro diminuiu um pouco o ritmo, enquanto o Figueirense foi para cima. No entanto, nem mesmo as entradas de Adriano e Paulo Sérgio fizeram a equipe apresentar um bom futebol em Belo Horizonte.

Assim, o Cruzeiro conseguiu ampliar aos 12min. Diego desceu rápido pela direita e cruzou rasteiro para a área. O atacante Alecsandro apareceu e completou para o gol de Gustavo.

Com muita facilidade e sem qualquer problema defensivo, a equipe celeste continuou melhor e quase marcou mais uma vez. Aos 23min, Diego arriscou de longe e acertou a trave. A melhor chance do Figueirense veio apenas aos 44min. Adriano soltou a bomba e a bola tocou no poste adversário.

CRUZEIRO
Fábio; Jonathan, Moisés, Argel e Wagner; Diogo (Marabá), Martinez, Adriano (Wando) e Kelly; Alecsandro e Diego (Juninho)
Técnico: Paulo César Gusmão

FIGUEIRENSE
Gustavo; Marquinhos Paraná , Cléber, Vinícius e Michel Bastos; Carlos Alberto, Rodrigo Souto, Bilu (Jonatas) e Fernandes (Paulo Sérgio); Alexandre (Adriano) e Alessandro
Técnico: Adílson Batista

Local: estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Sérgio da Silva Carvalho (DF)
Auxiliares: Renato Miguel Viera e Evandro Gomes Ferreira (ambos do DF)
Cartões amarelos: Moisés (C), Wando (C)
Gols: Adriano, aos 10min, e Kelly, aos 14min e aos 35min do primeiro tempo; Alecsandro, aos 12min do segundo tempo

Leia mais

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias